Nike anuncia contrato de R$ 107 milhões para vestir a França

Valor do novo contrato é anual e põe fim à parceria com a Adidas, que vestia a seleção tricolor há 36 anos

EFE

22 de fevereiro de 2008 | 12h03

A Nike ganhou a queda-de-braço com a Adidas e foi anunciada nesta sexta-feira como nova fornecedora de material esportivo da seleção francesa de futebol. O contrato entre a Federação Francesa de Futebol (FFF) e a empresa americana renderá 42,6 milhões de euros anuais (cerca de R$ 107 milhões) entre 2011 e 2018. O contrato é melhor que o feito entre a própria Nike e a seleção brasileira - a firma paga apenas 10 milhões de euros (R$ 25,2 milhões) à equipe pentacampeã do mundo. Por sua vez, a Inglaterra recebe 30 milhões da Umbro (R$ 75,7 milhões).Ao anunciar o acerto, o presidente da FFF, Jean-Pierre Escalettes, justificou a escolha pela Nike porque os americanos ofereceram 2,5 milhões de euros (aproximados R$ 6,3 milhões) por temporada em material e prêmios extras por resultados. Escalettes quis também prestar uma homenagem à Adidas, que fornecia as camisas da seleção desde 1972.  Desde a chegada de Jean-Pierre Escalettes à Presidência da FFF, em 2005, a federação francesa nunca entrou em contato com marcas diferentes da Adidas para vestir os atuais vice-campeões do mundo. A FFF, cujas contas estavam no vermelho até pouco tempo, se beneficia atualmente de dois contratos de televisão até 2010: um com a rede privada "TF1", pelo qual recebe 45,35 milhões de euros (R$ 114,5 milhões) por ano pelos jogos da seleção. O outro compromisso é com a "France Télévisions-Eurosport", entidade pública que paga 14,15 milhões de euro (35,7 milhões) anuais pelos direitos da Copa da França.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.