Nilmar machuca joelho no clássico e vive outro drama

Nilmar estava destinado a ter uma tarde infeliz, neste domingo, no Morumbi. De principal opção ofensiva do Corinthians no clássico contra o Palmeiras, o atacante terminou o confronto no banco de reservas, chorando de dor, após torcer o joelho esquerdo, no segundo tempo. Um enorme drama para o jogador, que trabalhou muito para se recuperar de uma cirurgia no joelho direito, no ano passado - exatamente num duelo contra o Palmeiras. ?Ele torceu o joelho, e como já tem histórico de traumas anteriores, a situação é preocupante?, lamentou o médico do Corinthians, Paulo Faria. ?Mas ainda precisamos fazer exames mais detalhados para saber a gravidade da lesão?, ponderou.A situação de Nilmar já não estava tão favorável no primeiro tempo. Muito marcado, o atacante não conseguia se livrar da zaga palmeirense. E teve a atuação prejudicada pela falta de organização do meio-campo do seu time. Resultado: apesar da categoria, não conseguiu levar perigo a Marcos. ?Só lhe falta um pouco de confiança. Fisicamente, ele está bem?, garantia Fernando Leão, preparador físico do Corinthians.Na etapa final, a equipe alvinegra tentou reagir, mas a desvantagem de 2 a 0 enervou os jogadores, na hora da conclusão do gol. E Nilmar pouco pôde fazer, porque não lhe sobrou nenhuma bola em condições para a finalização.Aos 25 minutos, o golpe de misericórdia no atacante: quando partiu para o ataque, pisou em falso no gramado e caiu na hora. Os jogadores palmeirenses que estavam perto dele ficaram preocupados e pediram a presença dos médicos. Nilmar já chorava de dor, pois suspeitava que a lesão não era simples.Levado no carrinho, o atacante passou a fazer tratamento em seguida, no banco de reservas. Continuou chorando, amparado pelo goleiro reserva Marcelo. Saiu carregado, na maca, para os vestiários.?Vamos fazer um exame clínico amanhã (segunda-feira), o que é importante para um diagnóstico mais tranqüilo?, disse o médico Paulo Faria. ?Fiquei com ele no banco, porque estava preocupado em deixar o gramado sozinho.?Mais do que a derrota no clássico, os corintianos agora se preocupam com o estado de Nilmar, já que o elenco, abatido e cada vez mais desfalcado, precisa mais do que nunca da habilidade do atacante. Sem ele, as chances de reação no Estadual e de conquista da Copa do Brasil diminuem muito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.