Nilmar marca dois e São Paulo cai no Rio Grande do Sul

Tricolor paulista é derrotado pelo Internacional por 2 a 0 e perde a chance de entrar no G-4 do Brasileirão

André Rigue, estadao.com.br

23 de julho de 2008 | 23h44

O Internacional interrompeu nesta quarta-feira a ascensão do São Paulo. Com dois gols do atacante Nilmar, o colorado gaúcho derrotou o tricolor do Morumbi por 2 a 0, no Beira Rio, pela 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro.   Veja também:  Classificação e resultados do Brasileirão da Série A   São-paulinos reclamam de árbitro na derrota    Bate-Pronto: Inter sobe; já o Flamengo...    O São Paulo, que havia vencido as últimas três partidas, estacionou nos 23 pontos e ficou fora do G-4. O clube do Morumbi conheceu sua terceira derrota, a segunda fora de casa. Já o Internacional continua com sua recuperação - agora, o colorado tem 22 pontos.   Foi a primeira partida do São Paulo sem Hernanes e Alex Silva, que defenderão a seleção olímpica em Pequim. O clube do Morumbi também não pôde contar com Miranda e Borges, machucados. Como novidade, Muricy Ramalho colocou em campo Jancarlos na direita e Zé Luis no meio.   O Internacional, que completou o sétimo jogo sem perder, teve um problema logo no início da partida. O lateral Ricardo Lopes sentiu uma contusão muscular e caiu no gramado aos 4 minutos. Ele não teve condições de continuar e saiu para a entrada de Ângelo.   A primeira grande chance de gol foi do Internacional. Aos 8 minutos, o meia Alex fez linda jogada, passou pela marcação do São Paulo e tocou para Taison. O atacante bateu de primeira e a bola passou perto do gol de Rogério Ceni.   Aos 12 minutos, o goleiro são-paulino fez a defesa mais bonita da partida. Em cobrança de escanteio de Andrezinho, Nilmar apareceu livre na pequena área e cabeceou para o gol. Rogério, no reflexo, conseguiu tirar, para desespero dos colorados.   O São Paulo ainda foi prejudicado por um erro da arbitragem. Em cruzamento de Jorge Wagner, Dagoberto cabeceou, aos 22 minutos, e balançou as redes de Clemer. Heber Roberto Lopes marcou impedimento, apesar do jogador são-paulino ter saído por trás dos marcadores do Inter.   Depois do lance, o jogo ficou equilibrado. Então, pesou uma falha individual de Juninho. Aos 35 minutos, o zagueiro não conseguiu cortar a bola após chute de Ângelo. O atacante Nilmar ficou com o rebote, na cara de Rogério Ceni, e tocou para o fundo do gol.   O São Paulo ainda teve a chance de empatar aos 44 minutos. Jorge Wagner arriscou de longa distância e Clemer deu rebote. Richarlyson tentou cabecear, mas não acertou o gol. O tricolor paulista foi para o intervalo em desvantagem.   BRILHOU NILMAR  Internacional 2 Clemer; Ricardo Lopes (Ângelo    ), Índio    , Danny Morais e Ramon    ; Edinho, Guiñazu    , Andrezinho e Alex; Taison (Walter) e Nilmar Técnico: Tite  São Paulo 0 Rogério Ceni; Jancarlos (Jean), Juninho, André Dias e Jorge Wagner; Richarlyson, Joilson    , Zé Luis, Hugo (Sérgio Mota); Dagoberto e Eder Luis (Aloísio) Técnico: Muricy Ramalho Gols: Nilmar, aos 35 minutos do primeiro tempo; Nilmar, aos 17 minutos do segundo tempo Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa)Renda: R$ 570.026,00Público: 41.674 torcedoresEstádio: Beira-Rio, em Porto Alegre Nos vestiários, Muricy deu uma bronca nos jogadores. O técnico tentou consertar o posicionamento dos defensores, para parar o ataque colorado, que chegava com facilidade nas descidas de Alex e Andrezinho.   Mas o São Paulo não evoluiu e levou o segundo gol. Em contra-ataque, aos 17 minutos, Andrezinho tocou para Nilmar. Sem nenhuma marcação, o jogador entrou na área e bateu rasteiro, na saída de Rogério. Foi o sétimo gol do atacante no Brasileirão.   Muricy ainda tentou dar um novo gás no São Paulo ao colocar Aloísio e Sérgio Mota nas vagas de Eder Luis e Hugo, respectivamente. Mas Tite recuou o Internacional e garantiu mais uma vitória para o colorado - em casa, o Inter ainda não perdeu neste Brasileirão.   Agora, o São Paulo tentará a recuperação no Campeonato Brasileiro no próximo domingo, no clássico contra a Portuguesa, no Morumbi - o time do Canindé empatou com o Flamengo por 2 a 2 nesta quarta-feira, em jogo marcado por lances polêmicos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.