Nilson diz estar feliz em Guarulhos

O veterano centroavante Nílson está feliz da vida. Aos 38 anos, é a estrela do Flamengo de Guarulhos. Ele pretende levar o modesto time à Primeira Divisão do futebol paulista, retribuindo tudo o que o clube lhe deu.?Apesar de ser uma equipe modesta, tudo é pago em dia e te dão todas as condições de trabalho. É um time humilde, mas que cumpre os compromissos e tem boa estrutura?, elogiou Nílson, ontem, enquanto fazia tratamento de uma contusão muscular na coxa esquerda.?Mas não serei problema para enfrentar o Bandeirante de Birigüi.?Após rodar por muitas equipes ? 25, segundo suas contas, entre os quais Corinthians, Palmeiras, Internacional e Grêmio ?, Nílson foi parar no Flamengo e está fazendo sucesso. É o artilheiro do time, ao lado de Marcinho, com 10 gols em 12 jogos.A chegada de Nílson ao Flamengo está ligada à contratação do técnico Galli. ?Começou o campeonato e o Flamengo tinha quatro empates e uma derrota. Chamaram o Galli. Ele autorizou a minha contratação (trabalharam juntos na Portuguesa em 1992) e eu vim?, revela Nílson.Seu último clube tinha sido o Atlético Sorocaba ? ajudou o time do Reverendo Moon a subir para a Série A-1, no ano passado.?Depois disso, achei melhor ficar em casa, porque a diretoria do Atlético queria reduzir custos. Fiquei parado por 10 meses, mas jogava com os amigos e nos masters do Corinthians.?O centroavante garante que a idade não o atrapalha. E espera que a boa campanha do Flamengo lhe renda alguma proposta de equipes até da Série B do Brasileiro.?Mas não adianta eu ir lá para ganhar 2, 3 mil reais e, quando o time perder, ser sempre considerado o culpado pelo resultado. Também não quero ficar longe da minha família (a mulher Marielza e os filhos Lucas, de 10 anos, e Larissa, de 7)?, argumenta.?Já pensei em parar, porque algumas pessoas fazem propostas que não têm nada a ver.?

Agencia Estado,

24 de abril de 2004 | 09h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.