Lindsey Parnaby / AFP
Lindsey Parnaby / AFP

'Ninguém discute com a Nasa sobre foguetes, mas tentam discutir sobre futebol comigo', diz Mourinho

Criticado pelo mau momento à frente do Tottenham, técnico português diz se apoiar em seus fãs espalhados pelo mundo

Redação, O Estado de S.Paulo

26 de março de 2021 | 18h21

Bastante contestado pela campanha irregular que o Tottenham vem fazendo na temporada, o treinador José Mourinho disse ter uma espécie de escudo de defesa para não comprometer o seu trabalho diante das críticas dos torcedores e jornalistas: o 'mourinismo'. “Pego as forças de mim mesmo, mas também de pessoas que amo e das pessoas que sei que me amam, mesmo que eu não as conheça. Costumo chamar de 'mourinistas'. Tenho muitos 'mourinistas' pelo mundo e trabalho por eles”, disse o treinador.

A eliminação do Tottenham para o Dínamo Zagreb na Liga Europa deixou o ambiente tenso no clube. Para complicar a situação, seu time está longe da briga pelo título no Campeonato Inglês. A sexta colocação e a distância de 23 pontos para o líder Manchester City deixaram em dúvida a eficiência do seu trabalho. Julian Nagelsmann, do RB Leipzig, e Brendan Rogers, do Leicester, são nomes cotados para substituí-lo em uma possível troca de comando técnico no clube, de acordo com o jornal inglês Daily Mirror.

Com a paralisação no Campeonato Inglês em função dos jogos das Eliminatórias da Europa para a Copa do Mundo, Mourinho esteve presente em um evento promocional do Tottenham que teve a participação de torcedores do clube inglês que moram em Singapura. A má fase do time acabou entrando na pauta das perguntas, o que fez o treinador português reagir de forma irônica.

“Não acho que alguém discuta com os caras da Nasa sobre a ciência de foguetes”, afirmou. Em seguida, ele deu continuidade a sua linha de raciocínio exaltando sua trajetória. “As pessoas acham que podem discutir sobre futebol com um dos técnicos mais importantes do esporte. Mas essa é a beleza do esporte. Eu me acostumei com isso e aprecio. Então tudo bem”, comentou durante o evento “Jogue com o Mourinho".

O Tottenham volta a jogar só no dia 4 de abril, em partida válida pelo Inglês. O compromisso é diante do Newcastle. A necessidade de reação é vital para que o treinador se mantenha no cargo. Caso a equipe não se classifique para a próxima Liga dos Campeões, sua saída é dada como certa.

O time londrino ainda tem chances de conquistar um título na temporada. No dia 25 de abril o Tottenham faz a final da Copa da Liga contra o Manchester City.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.