Michael Regan/ AFP
Michael Regan/ AFP

No 700º jogo de Guardiola, De Bruyne brilha e comanda vitória do City no Inglês

Manchester City se aproxima da luta pelas vagas nas competições europeias

Redação, Estadão Conteúdo

05 de dezembro de 2020 | 15h00

Com um jogo a menos, o Manchester City chegou ao grupo dos quatro melhores colocados do Campeonato Inglês. Liderada por Kevin De Bruyne, a equipe de Pep Guardiola, que chegou ao 700º jogo na carreira de treinador, passou pelo Fulham, neste sábado, por 2 a 0, subindo para a quarta colocação provisória.

O City está subindo na tabela e agora soma 18 pontos, a três do líder Tottenham, que entra em campo no domingo. O time de Guardiola ainda tem um jogo da primeira rodada por fazer, sem data definida. O compromisso com o Aston Villa será no Etihad Stadium, mesmo palco do confronto com o Fulham.

Guardiola atingiu a marca de 700 jogos oficiais como treinador, em mais de 12 anos de carreira, com 29 títulos conquistados. O duelo também foi o de número 250 do espanhol no comando do Manchester City, equipe que ele mais treinou em sua vitoriosa trajetória.

De Bruyne foi o destaque neste sábado. Foi dele a assistência para Sterling abrir o marcador logo com cinco minutos. Aos 26, o meio-campista belga bateu pênalti com perfeição para definir o placar. Ele chegou à marca de 14 assistências no Campeonato Inglês em 2020, mais do que qualquer outro jogador no torneio.

Mesmo com a vantagem e o domínio da partida, o Manchester City não aproveitou as demais chances criadas e acabou desperdiçando enorme oportunidade para melhorar ainda mais o saldo de gols, que pode ser decisivo para o campeão. Neste momento, por exemplo, o líder Tottenham, com três pontos a mais, leva a melhor no critério: 12 a 8.

O City volta a atuar pelo Inglês no sábado. Vai a Old Trafford fazer o clássico com o Manchester United. Antes, porém, tem compromisso pela Liga dos Campeões. Líder da chave com 13 pontos e com a classificação antecipada às oitavas de final, o time inglês recebe o Olympique de Marselha, na quarta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.