No ABC, um clássico em clima de mistério

Em clima de muito mistério, São Caetano e Santo André se enfrentam, depois de quatro anos, no maior clássico do ABC paulista: o SanSão. O jogo, válido pela terceira rodada do Campeonato Paulista, acontece nesta quarta-feira, às 20h30, no es tádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul. Além da grande rivalidade, estará em jogo também a liderança do Grupo 2. Atualmente, o São Caetano é o líder, com quatro pontos, enquanto o Santo André é o quinto, com três, e poderá assumir a ponta com uma combinação de resultados. Na tentativa de esconder as principais jogadas do adversário, o técnico Tite, após realizar alguns treinos secretos durante a semana, decidiu só divulgar o time momentos antes do jogo. Inicialmente, o treinador, que isolou seus atletas, na Chácara Santa Luzia em Mauá, tem três dúvidas para o clássico: o zagueiro Dininho está recuperado de uma contusão no músculo adutor da coxa e pode voltar à defesa. Nesse caso, Thiago sairia. No meio-campo, o lateral-direito Anderson Lima atuou 45 minutos contra o Santos e deve se tornar titular. O volante Marcelo Mattos corre o risco de ser preterido. Outra dúvida é no ataque: Triguinho foi bem na última partida e pode ser mantido. Com isso, Marcinho jogaria mais adiantado ao lado de Somália. Outra hipótese, é a escalação de Anaílson, que tornaria o time mais ofensivo. A exemplo do rival, o técnico Luiz Carlos Ferreira também decidiu realizar um treino secreto. Com portões fechados o treinador acertou os últimos detalhes do time na noite desta terça-feira. Embora não passe nenhuma pista sobre qual formação vai escolher, Ferreira já adiantou que vai escalar a equipe de acordo com o estilo de jogo do adversário. As dúvidas maiores estão no meio-de-campo. O meia Richarysson, que entrou muito bem na estréia contra o Oeste, marcando dois gols, deve ganhar uma vaga. O mais cotado para sair é Cléber Gaúcho, mas Jean Carlos ainda não foi confirmado. "Montaremos o nosso time de acordo com o adversário. Já tenho a escalação na cabeça, mas só revelo isso no momento do jogo", afirmou Ferreira.

Agencia Estado,

28 de janeiro de 2004 | 09h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.