Bruno Cantini/Divulgação
Bruno Cantini/Divulgação

No Atlético-MG, Tardelli ganha folga após maratona

Atacante entrou em campo por dias seguidos e viajou 30 h para sair da Ásia e ir até Belo Horizonte defender o time pela Copa do brasil

Estadão Conteúdo

16 de outubro de 2014 | 18h38

Um dia depois da histórica classificação para as semifinais da Copa do Brasil, com a vitória por 4 a 1 sobre o Corinthians, de virada, o Atlético-MG se reapresentou nesta quinta-feira na Cidade do Galo. A principal ausência, no entanto, ficou por conta do atacante Diego Tardelli, que foi poupado e ganhou folga após a maratona que enfrentou para estar em campo na quarta.

Tardelli havia atuado pela seleção brasileira no amistoso de terça-feira contra o Japão, em Cingapura. Depois, enfrentou uma longa viagem de volta ao Brasil, mas ainda assim se colocou à disposição de Levir Culpi para defender o Atlético-MG. Ele foi titular contra o Corinthians e um dos destaques do time durante os 73 minutos em que esteve em campo.

Mas Tardelli não foi a única ausência perceptível na Cidade do Galo. Encostado, o atacante Jô não apareceu para treinar nesta quinta e segue com a situação indefinida no Atlético-MG. Na última quarta, a família do atacante admitiu que teme pelo seu futuro como profissional por conta do comportamento que vem apresentando fora dos gramados.

Os atletas que atuaram diante do Corinthians fizeram apenas trabalho regenerativo nesta quinta, enquanto os demais participaram de um coletivo com jogadores das categorias de base. O atacante Luan, que deixou o jogo de quarta com dores na costela, e o volante Leandro Donizete, que saiu da partida sentindo a coxa, fizeram tratamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.