No Atlético-PR, missão quase impossível

Apesar de os jogadores do Atlético-PR manifestarem esperanças de vencer o Paysandu, neste sábado, às 16 horas, o técnico Mário Sérgio encara a vitória como uma missão quase impossível. "Sou realista." Segundo ele, até mesmo uma goleada sobre seu time está "dentro do que pode acontecer, devido às circunstâncias". "Mas com certeza teremos um time competitivo, que vai exigir muito do Paysandu."Segundo o técnico, a missão que ele assumiu ao chegar no Atlético era fugir do rebaixamento. "Com muito orgulho posso dizer que ajudei."Entre as circunstâncias que podem ajudar o Paysandu, a que se referiu Mário Sérgio, está a ausência de 11 jogadores entre titulares e substitutos imediatos. Por isso, o Atlético apresentará dois jogadores que ainda não atuaram no campeonato: os meias Alan Franco e Bruno Lança. "O resultado positivo contra o Paysandu seria o desfecho ideal", disse o técnico. "Porém a situação é adversa. Nós temos muitos desfalques e o adversário é qualificado e precisa dos pontos para fugir do rebaixamento."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.