No Bahia, Ricardinho avisa que 'Atlético-MG é passado'

Meia foi apresentado ao time de Salvador nesta sexta e não quis falar sobre o antigo clube

TIAGO DÉCIMO, Agência Estado

27 de maio de 2011 | 17h34

SALVADOR - Apresentado na tarde desta sexta-feira no Centro de Treinamento do Bahia, em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, o meia Ricardinho diz que o episódio de seu afastamento do Atlético-MG "é passado" e que se prepara para conquistar títulos pelo novo clube.

"Não gostaria de falar mais nada sobre esse assunto (Atlético-MG), primeiro porque já passou, mas também por respeito ao Bahia", diz o meia. "Não acho legal você ficar comentando sobre um time quando você está em outro. O torcedor não quer saber disso, quer saber daqui para frente."

Contratado pelo clube baiano até o fim de 2012, Ricardinho também diz não pensar em aposentadoria, apesar dos 35 anos. "O importante é ter motivação e objetivos - e tenho os dois", diz. "Gosto do que faço, tenho saúde para exercer bem minha profissão, em um patamar de elite, e tenho ainda vários objetivos - alguns pessoais."

O meia participou, antes da apresentação, de uma longa reunião com o técnico René Simões. "Ele ressaltou que a equipe tem um compromisso forte com o coletivo e espero contribuir com o grupo", comentou.

Simões, que em princípio teria sido contra a contratação do meia, agora elogia o jogador. "Ele vai trazer qualidade ao meio de campo, ajudar a fazer a bola chegar com qualidade ao ataque", afirma. "Esse é um problema que estamos enfrentando, forçando os atacantes a buscar o jogo."

Ricardinho também brincou com o fato de o Bahia ter um dos times mais jovens do Campeonato Brasileiro. "Com a minha chegada, vai dar uma compensada nessa média de idade", disse, rindo. "O importante é que possamos conseguir bons resultados e buscar conquistas, para recolocar o Bahia entre os melhores do País e fazer com que os adversários tenham o respeito que o Bahia merece."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.