Alejandro Garcia/Efe
Alejandro Garcia/Efe

No Barça desde 2012, Alba formaliza renovação até 2024 com multa bilionária

Lateral espanhol renova vínculo com o clube e fixa nova cláusula de rescisão

Redação, Estadão Conteúdo

11 de março de 2019 | 12h06

Desde 2012 no Barcelona, Jordi Alba oficializou nesta segunda-feira a renovação do contrato com o clube até 30 de junho de 2024. O acordo entre as partes já havia sido acertado no fim de fevereiro, sendo formalizado com uma multa rescisória de 500 milhões de euros (aproximadamente R$ 2,16 bilhões).

Na sua sétima temporada no Barcelona, Alba soma 14 títulos conquistados, além de ter marcados 14 gols em 282 partidas disputadas. "Estou passando pelo melhor momento da minha carreira. Seguir neste clube sempre foi minha ilusão", afirmou o lateral-esquerdo, que estava acompanhado pela sua família na cerimônia de renovação do seu contrato.

A adoção de multas com valores elevadíssimos se tornou um padrão no Barcelona desde que o time perdeu o atacante brasileiro Neymar para o Paris Saint-Germain antes do início da temporada 2017/2018 a partir do pagamento da cláusula de rescisão, então estipulada em 222 milhões de euros (R$ 959 milhões, na cotação atual).

"Me cuido muito mais, o apoio familiar e a confiança do clube e de meus companheiros me fazem me sentir completo em todos os aspectos da minha vida, e este fato me leva a render no máximo nível", acrescentou Alba, explicando o seu bom momento no time, que o contratou do Valencia em junho de 2012.

Com vínculo renovado, Alba voltará a jogar pelo Barcelona nesta quarta-feira, quando o time vai receber, no Camp Nou, o Lyon para o duelo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões. Na França, os times empataram por 0 a 0. "Apesar da extrema dificuldade, não temos outra escolha a não ser vencer", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.