Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

No Brasil, Abel Ferreira diz estar motivado para 'fazer história' no Palmeiras

Comandante desembarcou nesta segunda-feira em São Paulo e falou rapidamente com a imprensa

Ricardo Magatti, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

02 de novembro de 2020 | 11h41

Abel Ferreira desembarcou na manha desta segunda-feira em São Paulo para começar a sua trajetória como técnico do Palmeiras. No aeroporto, o treinador português falou rapidamente com a imprensa. Ele garantiu estar motivado para "fazer história" e novamente apontou a grandeza do clube alviverde como fator determinante para aceitar a proposta.

"Peço desculpas porque estou muito cansado, foram dias muito intensos, fuso horário diferente, viagem de noite, mas sem dúvidas estou com muita motivação de fazer história aqui", afirmou. "É um grande clube, com um grande elenco, uma grande academia, oferece todas as condições para um profissional ter sucesso. Isso que me seduziu", explicou.

Abel Ferreira deixou o PAOK, da Grécia, para acertar com o Palmeiras e substituir Vanderlei Luxemburgo, demitido há quase 20 dias. Ele será o primeiro português da história do clube, o oitavo europeu e o 23º estrangeiro. Seu contrato tem validade até o fim de 2022.

"Tinha mais dois anos de contrato, todas as partes tiveram de abdicar. Sabemos que a exigência e cobrança aqui são grandes, mas é assim que gosto de ver o futebol, com exigência máxima porque só assim conseguimos estar no topo", frisou o novo comandante palmeirense.

Abel estará no Allianz Parque nesta segunda-feira para assistir ao confronto contra o Atlético-MG, às 17h, pela 19ª rodada do Brasileirão. O time será dirigido pela última vez pelo interino Andrey Lopes, o Cebola, que busca sua quarta vitória em cinco jogos.

Antes, o técnico vai à Academia de Futebol para conhecer as instalações do clube e também os seus novos comandados, que estão concentrados para o duelo. Ele já deve comandar o primeiro treino na terça-feira e sua estreia será no duelo contra o Red Bull Bragantino, quinta-feira, às 19 horas, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.