Divulgação / Cruzeiro
Divulgação / Cruzeiro

No Brasil, apenas cinco times conseguiram a tríplice coroa neste século. Saiba quais foram eles

O Palmeiras festejou a façanha no domingo ao superar o Grêmio e ganhar a Copa do Brasil; já tinha vencido o Paulistão e a Libertadores

Redação, O Estado de S. Paulo

08 de março de 2021 | 14h25

O torcedor tem razões de sobra para estar orgulhoso com o desempenho do Palmeiras na temporada 2020. Conquistar três títulos de cinco disputados foi um grande feito. A famosa e cobiçada 'tríplice coroa' é algo raro no futebol nacional. No século 21, por exemplo, apenas cinco times conseguiram a façanha. O Palmeiras entrou para o grupo que deu três voltas olímpicas numa única temporada no domingo, com Felipe Melo erguendo a taça da Copa do Brasil. Tudo começou na decisão do Paulistão, diante do rival Corinthians, e passou pela Libertadores, despachando o Santos.

Todos os títulos foram ganhos sem contestação e diante de adversários de alto gabarito, algo para aumentar ainda mais o valor e a importância do feito realizado pelos comandados de Abel Ferreira. O primeiro a buscar a marca nos anos 2000 foi o Paysandu, há algum tempo longe dos holofotes por não figurar na elite nacional. O Papão da Curuzu ergueu o Estadual, a Copa Norte e a Copa dos Campeões em 2002, a maior conquista de sua história, despachando o Cruzeiro na final e se garantindo na Libertadores de 2003.

O feito do Paysandu foi enorme, pois um ano mais tarde o clube mineiro se tornaria o grande time do Brasil. Sob a batuta de Vanderlei Luxemburgo, o Cruzeiro de 2003 é considerado até hoje um dos melhores esquadrões do clube. Comandada por um inspirado Alex, a equipe que ainda tinha Zinho, Luisão, Gomes e Deivid, entre outros,  ganhou o Mineiro, a Copa do Brasil e o Brasileirão daquele ano. Curiosamente, a confirmação da tríplice coroa veio num 2 a 1 sobre o Paysandu.

Dois anos mais tarde foi a vez de o São Paulo entrar para a história. Começou com o Paulistão sobre o Santos, em Mogi Mirim. Depois, o time ganhou a Libertadores. Mas não parou por aí. Com apresentação de gala de Rogério Ceni e gol de Mineiro na final do Mundial diante do Liverpool, festejou o Mundial de Clubes. Uma campanha que começou com Emerson Leão e terminou com Paulo Autuori sendo vencedora e regular do início ao fim.

Em 2019, o Flamengo teve desempenho similar ao realizado pelo Palmeiras agora. Taça estadual, nacional, no caso o Brasileirão, e sul-americana, da Libertadores. Sob direção de Jorge Jesus e com um Gabriel Barbosa inspirado, o time sobrou no Carioca, nadou de braçadas no Brasileirão e fez uma campanha de superação e demonstração de força para conquistar a América. A temporada 2021 está só começando, mas a pergunta cabe: qual time tem chances de aumentar esse grupo de campeões de tríplice coroa?

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.