Jamira Furlani/Divulgação
Jamira Furlani/Divulgação

No 'clássico pela paz', Avaí e Figueirense empatam na Ressacada

Marquinhos e Anderson Lopes fazem os gols da igualdade por 1 a 1

ALINE TORRES, Estadão Conteúdo

14 de junho de 2015 | 18h25

Com confusão e brigas nos últimos três confrontos, Avaí e Figueirense se comprometeram a fazer o "clássico pela paz" neste domingo na Ressacada, em Florianópolis, pelo Campeonato Brasileiro, e terminaram os 90 minutos empatados em 1 a 1.

O destaque do jogo acabou sendo o chute de Anderson Lopes, que mandou no ângulo a bola, igualando o marcador para o time da casa. Marquinhos fez o gol da equipe visitante. Ao final do jogo, os jogadores do Avaí reclamaram muito de um suposto pênalti sofrido por Eduardo Costa e não marcado pelo árbitro Wagner Reway.

Com o resultado construído no primeiro tempo, o Avaí caiu para o nono lugar na classificação da Série A, com 11 pontos. Já o Figueirense está na 14ª posição, com 8 pontos.

Apesar da chuva e do campo encharcado, Avaí e Figueirense colocaram a rivalidade em campo e fizeram um bom primeiro tempo. O time da casa começou melhor, com chance clara de gol logo aos 3 minutos de partida. Jéci cabeceou sozinho a cobrança de escanteio de Marquinhos Santos e obrigou o goleiro Alex fazer milagre para salvar o Figueirense.

Após resistir à pressão do Avaí a equipe visitante foi pra cima e abriu o placar aos 14 minutos. O capitão e zagueiro Marquinhos se antecipou ao goleiro Vagner e colocou nas redes a cobrança de falta de Ricardinho, pela esquerda.

Mas o melhor da primeira etapa viria aos 35 minutos, no gol de empate do Avaí. O atacante Anderson Lopes recebeu de fora da área, limpou o marcador e mandou a bomba. A bola subiu até beijar o travessão e morrer no fundo do gol, sem chances pra defesa do goleiro Alex.

O intervalo esfriou o clima do jogo e o segundo tempo teve pouca emoção. As principais ações partiram do lado direito do Avaí, com as subidas do lateral Nino Paraíba. O jogador chegou a cruzar bola aos 41 minutos, mas Anderson Lopes desperdiçou uma das poucas chances da segunda etapa. Os jogadores do Avaí ainda reclamaram de pênalti em Eduardo Costa, aos 49 minutos, que não foi marcado. Mas não adiantou.

Com 1 ponto na bagagem o Avaí tem missão complicada na próxima rodada do Brasileirão. A equipe será adversária do São Paulo, líder da competição, que vai mandar o jogo no Morumbi, às 16 horas do próximo domingo. O Figueirense joga na quinta-feira, às 21 horas, no Orlando Scarpelli, contra o Internacional.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ 1 X 1 FIGUEIRENSE

AVAÍ - Vagner; Nino Paraíba, Jéci, Emerson e Romário; Renan, Eduardo Neto, Pablo (William), Marquinhos; Anderson Lopes e André Lima (Eduardo Costa). Técnico: Gilson Kleina.

FIGUEIRENSE - Alex Muralha; Leandro Silva, Bruno Alves, Marquinhos, Roberto Cereceda; Paulo Roberto (Saimon), Dener, Ricardinho, Yago (Thiago Santana); Clayton e Marcão. Técnico: Argel Fucks.

GOLS - Marquinhos, aos 14, e Anderson Lopes, aos 35 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Nino Paraíba, Renan, André Lima (Avaí); Paulo Roberto, Marquinhos, Marcão (Figueirense).

ÁRBITRO - Wagner Reway (MT).

RENDA - R$ 152.340.

PÚBLICO - 8.031 pagantes.

LOCAL - Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoAvaíFigueirense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.