Washington Alves/Vipcomm
Washington Alves/Vipcomm

No Cruzeiro, Júlio Baptista mostra que sabe fazer gols

Jogador, apresentado à torcida como ‘Patrimônio do Sócio Torcedor’, marcou quatro vezes em apenas cinco partidas

MARCIO DOLZAN E VÍTOR MARQUES,

22 de setembro de 2013 | 08h07

SÃO PAULO - Júlio Baptista saiu do São Paulo para o Sevilha em 2003 como um volante de habilidade. Na Europa, rodou por cinco clubes diferentes, ganhou massa muscular e uma nova função em campo, passando a atuar próximo aos atacantes e a marcar muitos gols.

 

Mas o corpanzil de 1,83m e 80 kg sempre deu ao torcedor brasileiro a impressão de que o hoje armador do Cruzeiro fosse um volante do tipo quebrador de bola. Foi assim durante o período em que sua presença na seleção brasileira do técnico Dunga, entre 2007 e 2010, era constante e continuou sendo assim até seu retorno ao futebol brasileiro, na janela do meio do ano. "Eu sou um meia que chega, faz gol, que ajuda o time numa posição totalmente diferente de quando eu saí do Brasil", garante o jogador, autor de dois gols na partida contra o Botafogo, na quarta-feira.

 

Júlio Baptista foi apresentado no Mineirão no final de julho com status de grande contratação do clube na temporada. Ele revela que teve apenas uma semana para fechar com o clube. Segundo o jogador, a escolha pelo Cruzeiro, com o qual assinou vínculo por dois anos, renovável por mais um, veio em função do projeto do clube e da vontade de retornar ao País. "Fiquei muito pouco no Brasil e queria que as pessoas vissem o tanto que eu joguei lá fora."

 

As primeiras atuações foram suficientes para lhe garantir a confiança do técnico Marcelo Oliveira, que dá liberdade de ação ao jogador. "Posso criar e chegar em todas as jogadas de ataque. É a mesma função que eu fazia quando estava na Europa.

Tudo o que sabemos sobre:
CruzeirofutebolBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.