Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

No Cruzeiro, Lucas Silva exalta importância de bom resultado no 1º jogo da final

Equipe mineira encara o Corinthians pela decisão da Copa do Brasil e primeiro duelo será realizado no Mineirão

Estadão Conteúdo

06 Outubro 2018 | 14h38

O Cruzeiro voltou aos treinamentos na Toca da Raposa II, neste sábado, de olho no jogo da próxima quarta-feira, contra o Corinthians, pela partida de ida da final da Copa do Brasil. Pelo fato de o duelo ser no Mineirão, em Belo Horizonte, Lucas Silva ressaltou a importância de um resultado positivo.

De acordo com o volante, o Cruzeiro precisa aproveitar a vantagem do mando de campo na partida de ida. "Vamos jogar em casa, diante da nossa torcida, que faz a diferença sempre. Vai ser de suma importância conquistarmos um bom resultado no Mineirão nesse primeiro jogo e buscar lá também", afirmou o meio-campista após o treino.

Nas três fases anteriores - oitavas de final, quartas de final e semifinal -, o Cruzeiro derrotou Atlético Paranaense, Santos e Palmeiras, respectivamente, nas partidas de ida, todas disputadas fora de casa. Nos duelos de volta, sempre no Mineirão, o time de Mano Menezes garantiu classificações sem vencer nenhuma vez.

"Tenho certeza de que vai ser uma partida muito dura, muito difícil. A gente tem de ser inteligente e administrar o jogo, porque teremos o confronto de volta depois. Nos primeiros jogos de mata-mata (nesta Copa do Brasil), conseguimos o resultado, só que agora é diferente", disse o volante.

Os calendários da Copa Libertadores e da Copa do Brasil causaram o adiamento da partida do Cruzeiro pela 28ª rodada do Brasileirão, contra o Ceará. O duelo vai acontecer no dia 24, porque o time de Mano Menezes atuou contra o Boca Juniors, na última quinta-feira, e vai enfrentar o Corinthians, na próxima quarta. Para respeitar o tempo mínimo de descanso dos atletas, o único dia possível seria este domingo, mas não vai haver jogo na data por causa do primeiro turno das eleições nacionais.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.