No Cruzeiro, Ramires diz realizar sonho com convocação

Destaque do Cruzeiro no Brasileirão do ano passado, o volante Ramires comemorou nesta quinta-feira a convocação para defender a seleção brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo e na Copa das Confederações. O jogador havia criticado o técnico Dunga no início do ano por chamar apenas atletas que atuam no exterior.

AE, Agencia Estado

21 de maio de 2009 | 17h37

"Fico feliz, isso é um sonho. Estava trabalhando em prol disso aí, de chegar à seleção. É importante. Estou sabendo agora, meu telefone estava no silencioso", afirmou Ramires, ao ser informado da convocação.

Empolgado pela convocação, Ramires já pensa em uma possível convocação para a Copa do Mundo de 2010. "Sempre falei em seleção. É uma meta alcançada e não posso parar por aí só pelo fato de ser convocado. É chegar lá e mostrar serviço para continuar. A seleção abre várias portas, vai depender do meu desempenho", ressaltou.

Ramires, que vem atuando em diferentes posições no Cruzeiro, disse não estar preocupado com qual função poderá exercer na equipe de Dunga. "Para mim tanto faz (a função). Só de ser convocado está bom. Agora é continuar trabalhando para que eu continue crescendo", observou.

A seleção enfrentará o Uruguai no dia 6 de junho, em Montevidéu, e o Paraguai, no dia 10, em Recife, pelas Eliminatórias. Em seguida, a delegação viajará para a África do Sul, onde disputará a Copa das Confederações entre os dias 14 e 28 de junho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.