Chapecoense / Divulgação
Chapecoense / Divulgação

No dia do aniversário, diretoria do Guarani apresenta o técnico Vinícius Eutrópio

Equipe de Campinas faz estreia na Série B no dia 27 de abril, contra o Figueirense

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de abril de 2019 | 16h48

No dia do aniversário de 108 anos do Guarani, a diretoria apresentou de forma oficial nesta terça-feira o técnico Vinícius Eutrópio, contratado para vaga de Osmar Loss, visando o Campeonato Brasileiro da Série B. O treinador chegou exaltando o elenco bugrino, apesar da campanha regular no Campeonato Paulista, e deixou claro a necessidade de contratar reforços pontuais para mirar o acesso à elite do futebol nacional.

"É um prazer estar aqui. Antes de tudo, queria homenagear e dar os parabéns ao Guarani pelos 108 anos, com uma história maravilhosa de títulos, ídolos. Somos privilegiados de estar aqui nesse momento. Estou muito feliz e tenho a certeza de um trabalho de sucesso", afirmou o treinador, que logo fez uma análise do elenco.

"Tenho um bom elenco, que vai sofrer alguns ajustes. Vamos ter reforços, com jogadores pontuais. Não tem que ser muito, até porque ninguém está nadando em dinheiro. São peças pontuais para acrescentar e somar o que falta ao nosso elenco, em termos de personalidade e também qualidades técnicas", disse.

Vinícius Eutrópio mostrou muita personalidade ao falar das críticas recebidas após o anúncio de sua contratação. Ele listou alguns sucessos e se diz totalmente tranquilo para realizar um bom trabalho com o elenco bugrino.

"Algumas coisas são faladas, até conversei com o presidente. Se falaram dos meus resultados como treinador. Eu subi com o Estoril (Portugal) em 2012, subi com o Figueirense em 2013, fui campeão em 2014, montei o time da Chapecoense em 2015 e em 2017 conquistei a Taça Asa Branca no Santa Cruz, bati recorde de invencibilidade e estava no G-4 da Série B quando saí. Então está bom, está ótimo. Se a preocupação é com meus últimos resultados, consigo um objetivo por ano. E pode ter certeza que esse ano vou conseguir", declarou.

O treinador chega ao lado do auxiliar Evandro Guimarães e o preparador físico Leonardo Fagundes. Ele terá uma espécie de mini pré-temporada para adaptar o time a sua filosofia. A estreia na Série B será no próximo dia 27 contra o Figueirense, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP).

Vinícius Eutrópio tem 52 anos e começou a carreira no Ituano e passou por clubes como Fluminense, Grêmio Barueri-SP, América-MG, Figueirense, Chapecoense e Santa Cruz, além de uma rápida passagem pela Ponte Preta.

"Não deu nada errado. As pessoas me fazem essa pergunta justamente pela minha postura, pelo que sou. Eu confio em quem me contrata, tenho de ser fiel a ela. Fui contratado, tinha um time, quando estreamos, 70% do time tinha sido desfeito. A estreia foi com 15 jogadores. Alguém sabia disso? Não. Porque confio em quem me contrata. Poderia chegar e reclamar várias coisas. Depois da minha saída, mais de 10 contratações foram feitas", concluiu o treinador sobre a sua passagem pela Ponte Preta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.