Lucas Almeida
Lucas Almeida

No duelo dos lanternas da Série B, Boa vence o Sampaio Corrêa em casa

Vitória por 3 a 1 ainda não tira mineiros da última colocação

Estadão Conteúdo

28 de julho de 2018 | 23h08

O Boa levou a melhor no duelo dos lanternas da Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite deste sábado, em jogo fraco tecnicamente, o time mineiro derrotou o Sampaio Corrêa por 3 a 1, no estádio Dilzon Mello, em Varginha (MG), no encerramento da 18ª rodada.

+ Dagoberto faz, mas Londrina cede empate ao CRB fora de casa

+ Goleiro Wilson brilha e Coritiba empata sem gols com a Ponte Preta

Apesar do resultado, os mineiros seguem na lanterna da competição, com apenas 13 pontos, sete atrás do Criciúma, primeiro fora da zona de rebaixamento. O Sampaio, por outro lado, segue afundando na tabela. O time maranhense chegou ao oitavo jogo sem vitória (6 derrotas e dois empates) e é o penúltimo colocado, com 16 pontos.

Anunciado nesta semana como novo treinador do Sampaio, Paulo Roberto Santos, ex-São Bento, acompanhou a partida de um dos camarotes do estádio. O auxiliar Arlindo Maracanã foi quem comandou a equipe na beira do gramado no lugar de Roberto Fonseca, demitido mesmo tendo conquistado a Copa do Nordeste.

O jogo começou animado, com os dois times trocando ataques perigosos, mas quem abriu o placar foi o Boa. Hélder arrancou pela direita, cortou para o meio e bateu forte. A bola desviou na defesa e matou Andrey, aos 12 minutos.

O Sampaio foi obrigado a sair mais para o ataque e acabou empatando aos 21 minutos. Fernando Sobral caprichou na cobrança de falta lateral e colocou na cabeça de Uilliam, que não desperdiçou.

O empate deixou o jogo ainda mais aberto. Os mineiros tiveram boa chance de marcar aos 28 minutos. Jadson arrancou e atravessou a bola para Daniel Cruz. O meia chegou batendo de primeira e errou o alvo por pouco.

O duelo caiu de nível no segundo tempo, mas seguiu corrido. Bruno Moura colocou a bola na área e, sem querer, carimbou o travessão de Fabrício. O tempo transcorreu de forma melancólica. No campo de ataque, Sampaio e Boa mostraram por que ocupam as duas últimas posições da Série B.

As equipes exageraram no número de erros no campo de ataque e tiveram dificuldades na criação. Num dos raros momentos de inspiração, o Boa voltou a ficar na frente aos 27 minutos. Depois de cruzamento de Bruno Tubarão, Machado apareceu na área para completar para o gol.

Logo em seguida, os mineiros aproveitaram a queda de produção do adversário e ampliaram aos 30 minutos. Depois de cruzamento, desta vez da direita, Kaio Cristian deu um leve desvio na frente do gol apenas para deslocar Andrey.

O Boa encerra o primeiro turno contra o Oeste, na próxima sexta-feira, às 20h30, na Arena Barueri. No sábado, o Sampaio Corrêa encara o Criciúma, às 21 horas, no Castelão, em São Luís (MA).

FICHA TÉCNICA

BOA 3 x 1 SAMPAIO CORRÊA

BOA - Fabrício; Helder, Luan, Rafael Jensen e Jadson; Maycon (Machado), Djavan, Daniel Cruz (William Barbio), Bruno Tubarão e Kaio Cristian (Alyson); Douglas Baggio. Técnico: Ney da Matta.

SAMPAIO CORRÊA - Andrey; Bruno Moura (Marcelo), Fredson, Maracás e Alyson; Silva, Esquerdinha, Danilo Pires (Dalberto), Fernando Sobral e Alvinho (Reginaldo Júnior); Uillian. Técnico: Arlindo Maracanã (interino).

GOLS - Hélder, aos 13, e Uillian, aos 21 minutos do primeiro tempo. Machado, aos 27, e Kaio Cristian, aos 30 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Maycon e Djavan (Boa); Uilian (Sampaio Corrêa).

ÁRBITRO - Diego Pombo Lopez (BA).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Dilzon Mello, em Varginha (MG).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.