No duelo dos piores da Série B, ABC supera o Náutico por 2 a 1

Em Caruaru, pernambucanos perderam por 2 a 1

Estadão Conteúdo

20 Outubro 2017 | 22h54

O Náutico foi surpreendido nesta sexta-feira pelo ABC em pleno estádio Lacerdão, em Caruaru (PE). O time pernambucano viu a reação para fugir da zona de rebaixamento ir por água abaixo na derrota por 2 a 1, pela 31.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

+ Guarani volta a vencer após nove jogos e se afasta da zona da degola

+ Em Maceió, CRB e Boa empatam e ainda correm contra o rebaixamento

Apesar da vitória, o ABC, que não perde há três rodadas, segue na lanterna com 25 pontos, logo atrás do Náutico, que tem 27. Ambos não podem mais perder se quiserem permanecer na segunda divisão nacional e evitar a Série C em 2018.

Os dois times entraram em campo precisando de um milagre para permanecer na Série B. No entanto, só um teria a chance de tentar uma arrancada final e foi o time potiguar quem começou surpreendendo. Aos 23 minutos, Vitor Júnior recebeu pela direita e cruzou. Tonhão ficou com a bola e chutou para o fundo das redes.

Contra um adversário também ameaçado e com um novo treinador - Itamar Schulle foi demitido na última rodada -, o ABC fez uma primeira etapa que há tempos não se via. Por muito pouco o time potiguar não ampliou aos 35 minutos. Em cobrança de falta de Vitor Júnior, o goleiro Jeferson fez grande defesa.

O Náutico não conseguia se encontrar em campo e foi buscar o empate apenas na etapa complementar. Aos três minutos, Bruno Mota tentou de cabeça e a bola acertou o braço de Berguinho. O árbitro assinalou penalidade máxima. Na cobrança, William deixou tudo igual.

Aos 10 minutos, o time pernambucano sentiu o gostinho da virada, mas parou caprichosamente no travessão na tentativa de Bruno Mota. Após o lance, o ABC voltou a equilibrar as ações, deixando o jogo com poucas chances de gol.

No entanto, aos 38 minutos, o visitante subiu ao ataque e novamente ficou na frente do marcador. Dalberto recuperou a bola e deixou a bola com Berguinho. Ele acionou Lucas Coelho, que pegou de primeira para fazer um belo gol, dando números finais ao duelo dos piores times da Série B.

Na próxima rodada, a 32.ª, o Náutico enfrenta o Juventude nesta terça-feira, às 19h15, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS). O ABC só volta a campo no próximo dia 28, um sábado, às 17h30 (de Brasília), diante do Londrina, no estádio Frasqueirão, em Natal.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 1 x 2 ABC

NÁUTICO - Jeferson; David, Breno, Aislan e Henrique Ávila (Dico); Amaral (Paulinho), Diego Miranda, Bruno Mota e Giovanni (Leilson); Rafinha e William. Técnico: Roberto Fernandes.

ABC - Edson; Arez, Tonhão, Danrlei e Eltinho; Felipe Guedes, Anderson Pedra e Vitor Júnior (Dalberto); Berguinho, Matheus (Lucas Coelho) e Fessin (Fabinho). Técnico: Ranielle Ribeiro (interino).

GOLS - Tonhão, aos 23 minutos do primeiro tempo; William (pênalti), aos 3, e Lucas Coelho, aos 38 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - David e Rafinha (Náutico); Anderson Pedra (ABC).

ÁRBITRO - Daniel Nobre Bins (RS).

RENDA - R$ 33.105,00.

PÚBLICO - 2.474 pagantes.

LOCAL - Estádio Lacerdão, em Caruaru (PE).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.