No embarque, Dunga destaca virtudes de Ramires

Apesar de perder Robinho, técnico demonstra confiança no potência da seleção olímpica para Pequim

Redação,

21 de julho de 2008 | 23h05

Para o técnico Dunga, o Brasil está preparado para jogar em Pequim mesmo sem Robinho. O jogador não foi liberado pelo Real Madrid para os Jogos e teve de ser cortado da seleção olímpica. O volante Ramires, do Cruzeiro, foi chamado para o seu lugar. Veja também: Ramires será o substituto de Robinho na seleção olímpica Atacante poderia ir a Pequim, diz especialista   Vote: Dunga acertou ao convocar Ramires?   Hernanes: 'Persigo a medalha de ouro há 8 anos'    Nesta segunda-feira, parte da delegação brasileira embarcou para Paris, onde fará uma escala antes de Cingapura, local que servirá de preparação para Pequim. No embarque, Dunga evitou fazer comentários sobre o corte de Robinho. Ele preferiu elogiar Ramires. "Ele é um jogador que acrescentará muito na seleção", explica. "O corte de Robinho podia acontecer. Mas a gente levou outro jogador que estava no planejamento." Dunga depositará suas fichas em Ronaldinho Gaúcho e Thiago Silva, os únicos atletas acima de 23 anos que estarão em Pequim. Ramires, convocado para o lugar de Robinho, viaja apenas na terça-feira. Ele deve encontrar o grupo em Cingapura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.