Vitor Silva/Divulgação
Vitor Silva/Divulgação

No Equador, Botafogo tenta manter liderança de grupo da Libertadores

Equipe aposta da competição internacional depois de ser eliminada precocemente no Campeonato Carioca

Ronald Lincoln Jr., O Estado de S. Paulo

12 de março de 2014 | 07h13

RIO - O Botafogo enfrenta nesta quarta-feira o Independiente del Valle, às 19h45 (de Brasília), em Quito, com o objetivo de se manter na liderança do Grupo 2 da Copa Libertadores. A equipe alvinegra recebeu uma injeção de ânimo antes do jogo, pois a diretoria do clube quitou nesta terça os salários atrasados referentes ao mês de fevereiro.

Após ser eliminado precocemente do Campeonato Carioca, no último fim de semana, o time alvinegro poderá se dedicar completamente à competição continental. Na estreia da fase de grupos, venceu no Rio o San Lorenzo, tido como o adversário mais difícil da chave, e empatou com o Unión Española, no Chile. Resultados que lhe renderam a primeira colocação do grupo com quatro pontos.

A altitude será um adversário a mais para o time carioca. O estádio Rumiñahui, onde a partida será realizada, fica na capital equatoriana, a cerca de 2.800 metros acima do nível do mar. No entanto, ao desembarcar no Equador, o meia Lodeiro reiterou que a equipe está acostumada a jogar na altitude e que isso não será problema.

No último treino realizado no Brasil antes da partida, o técnico Eduardo Hungaro indicou que seu time não terá surpresas e deve ir a campo com a mesma formação dos últimos jogos pela Libertadores.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa LibertadoresBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.