Thiago Ribeiro / vasco.com.br
Thiago Ribeiro / vasco.com.br

Titulares do Vasco voltam para enfrentar Boavista em Cariacica

Após derrota com reservas em clássico, Abel Braga coloca força máxima em campo

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de janeiro de 2020 | 14h03

Três dias depois da derrota para o Flamengo, em um clássico em que os dois times estavam cheios de jogadores jovens, a equipe principal do Vasco voltará a campo para encarar o Boavista, neste sábado, às 19 horas, pela terceira rodada da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca. Com a intenção de aumentar a arrecadação com a venda de ingressos, o clube de Saquarema decidiu levar a partida para Cariacica, Espírito Santo, onde o adversário tem muitos torcedores.

A decisão do técnico Abel Braga de poupar os titulares do clássico contra o Flamengo causou alguma controvérsia, já que muitos vascaínos gostariam de ter visto o time principal no duelo contra o maior rival. O zagueiro Leandro Castán, porém, defendeu o treinador. Para ele, é preciso economizar energia no começo da temporada para não ter problemas mais à frente.

"Vou dar um exemplo: no ano passado, fomos campeões invictos da Taça Guanabara e todo mundo jogou todos os jogos. No início do Brasileiro, eu já não estava aguentando mais jogar futebol, estava cansado", contou o jogador. "Quando você joga quarta e domingo sem se preparar para isso, acaba se desgastando. É o momento de ter tranquilidade, sabedoria, e saber que temos um ano muito longo pela frente".

Embora o torneio estadual esteja apenas na terceira rodada, o Vasco precisa vencer neste sábado. A fase de classificação da Taça Guanabara, o primeiro turno do campeonato, tem apenas seis rodadas e um tropeço em Cariacica pode comprometer as chances de classificação para a semifinal. Com apenas um ponto, o time cruzmaltino está cinco atrás de Volta Redonda, Fluminense e Madureira, os líderes da chave.

Assim como na estreia, contra o Bangu, os atacantes Cano e Talles Magno serão as maiores atrações do Vasco - o argentino chegou ao clube com fama de grande artilheiro e o menino foi a revelação vascaína em 2019. Os dois, porém, negaram fogo na primeira partida da temporada, quando a equipe amargou um 0 a 0 em São Januário.

Abel só não repetirá a equipe da estreia porque pretende fazer uma alteração no meio de campo: Gabriel Pec, que não se saiu bem diante do Bangu, deverá ser substituído por Juninho, jovem jogador que teve bom desempenho contra o Flamengo e recebeu entusiasmados elogios do treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.