Maurizio Brambatti/EFE
Maurizio Brambatti/EFE

No estádio Olímpico, Fiorentina atropela a Roma pela Liga Europa

Vitória por 3 a 0 garante o time nas quartas de fina do torneio

O Estado de S.Paulo

19 Março 2015 | 17h25

A Fiorentina não tomou conhecimento da Roma nesta quinta-feira. Mesmo atuando em pleno Estádio Olímpico da capital italiana, o time de Florença atropelou ao fazer três gols em apenas 21 minutos e já no primeiro tempo decretar o placar de 3 a 0 e garantir vaga nas quartas de final da Liga Europa. No duelo de ida do mata-mata, as duas equipes empataram por 1 a 1.

Gonzalo Rodriguez, cobrando pênalti aos 9 minutos, Marcos Alonso, aos 18, e Jose Basanta, aos 21, fizeram os gols que definiram o resultado que evidenciou de vez o momento ruim vivido pela Roma, que não sabe o que é vencer uma partida em casa desde o dia 30 de novembro do ano passado. 

O time romano acumula oito empates, duas vitórias e uma derrota nos últimos 11 jogos do Campeonato Italiano, fato que a deixou distante da luta pelo título nacional com a Juventus e correndo o risco de perder a vice-liderança e a consequente vaga automática para a fase de grupos da próxima Liga dos Campeões.

E a Fiorentina ajudou a ampliar o jejum em grande estilo e agora espera pela definição do seu adversário nas quartas de final, o que ocorrerá em sorteio marcado para esta sexta-feira. No mesmo dia, o Dínamo de Kiev também saberá quem será seu próximo rival, pois também avançou com show nesta quinta.

Depois de ter sido derrotado por 2 a 1 no jogo de ida, na Inglaterra, a equipe ucraniana goleou por 5 a 2 para o delírio dos seus torcedores. O time abriu o placar aos 21 minutos com Andriy Yarmolenko, mas o Everton empatou aos 29 com Romelu Lukaku. Logo em seguida, porém, a equipe da casa promoveu uma blitz, fazendo 2 a 1 com Lukasz Teodorczyk aos 35 e 3 a 1 com Miguel Veloso aos 37.

Já na etapa final o placar começou a se transformar em goleada aos 11 minutos, com um gol de Oleg Gusev, antes de Vitorino Antunes ampliar para 5 a 1 aos 31. Com o Everton já praticamente entregue, Phil Jagielka ainda descontou aos 37, mas já era tarde demais para buscar uma reação.

Mais conteúdo sobre:
futebol Liga Europa Fiorentina Roma

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.