No final, Everton derrota o Lanús pela Libertadores

Com um gol no último lance da partida, aos 48 minutos do segundo tempo, o Everton, do Chile, conseguiu uma importante vitória, nesta terça-feira, na luta pela classificação às oitavas-de-final da Copa Libertadores da América. O gol de José Muñoz definiu o triunfo chileno de virada sobre o Lanús por 2 a 1, em Buenos Aires, pelo Grupo 6 da competição continental.

AE, Agencia Estado

17 de março de 2009 | 23h07

Na primeira etapa, o time argentino abriu o placar com o atacante Biglieri, aos 29 minutos, e tudo parecia que a vitória seria tranquila para os donos da casa. No entanto, o Everton mostrou grande poder de reação na segunda etapa; empatou com Gutiérrez, aos sete minutos, e obteve os três pontos no final.

Com o término da quarta rodada da chave, a liderança é do Chivas Guadalajara, do México, com sete pontos. Com a mesma pontuação, mas saldo de gols menor (3 a -2), o Everton está em segundo. O Caracas, da Venezuela, é o terceiro, com seis. O Lanús é o lanterna, com dois.

VITÓRIA EQUATORIANA - Pelo Grupo 2, o Deportivo Cuenca derrotou o Deportivo Táchira, da Venezuela, por 3 a 1, no Equador, e segue vivo na luta por vaga nas oitavas. O resultado faz com que a chave tenha agora um tríplice empate na liderança - equatorianos, venezuelanos e o Boca Juniors têm seis pontos cada, mas a equipe argentino jogou duas partidas a menos.

No primeiro tempo, o Deportivo Cuenca conseguiu abrir um placar de 2 a 0 com gols de José Granda, aos 20, e Teixeira, aos 41 minutos. Na segunda etapa, Teixeira fez mais um, aos 23, e José Villafraz diminuiu, aos 31 minutos.

Mais conteúdo sobre:
futebolCopa LibertadoresLanús

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.