Alexandre Vidal / Flamengo
Alexandre Vidal / Flamengo

No Flamengo, Gustavo Henrique celebra parceria com Thiago Maia e Gabriel

Rubro-negro foi o adversário do então zagueiro do Santos na estreia como jogador profissional

Redação, Estadão Conteúdo

04 de abril de 2020 | 21h14

Até se transferir ao Flamengo, Gustavo Henrique havia vestido a camisa de um único clube, o Santos. O longo período que permaneceu na Vila Belmiro, desde as divisões de base, torna natural a busca por referências do seu passado no clube alvinegro pelo zagueiro.

Até por isso, Gustavo Henrique celebrou ter reencontrado no Flamengo dois ex-companheiros de Santos: o atacante Gabriel e o volante Thiago Maia. Assim como ele, ambos saltaram das divisões de base para a equipe profissional.

"Pude jogar com eles no Santos, vendo o crescimento deles também. Via que eram dois jogadores promissores, que buscaram seu espaço com muita humildade. Hoje estão ai não é à toa. São amigos meus. Estamos podendo jogar juntos no mesmo time", afirmou, em entrevista à Fla TV.

Mas a ligação de Gustavo Henrique com o Flamengo também é antiga. Afinal, foi diante do clube carioca que ele disputou a sua primeira partida como profissional. Ele relembrou com carinho do jogo disputado em 2012, quando tinha apenas 19 anos, e que acabou sendo vencido pelo seu atual time por 1 a 0, com um pênalti convertido por Bottinelli, no Engenhão.

"Foi meu primeiro jogo como profissional. O Santos estava na Libertadores, e eu já estava participando dos treinos. O Muricy me deu oportunidade, jogou um time reserva. A gente perdeu de 1 a 0, mas fiz um bom jogo, marcando o Love. Recebi elogios do Muricy. Tomamos o gol no fim, de pênalti", disse.

Nesse início de passagem, Gustavo Henrique soma dez jogos disputados pelo Flamengo. Ele fez um gol e faturou os títulos da Taça Guanabara, da Recopa Sul-Americana e da Supercopa do Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoGustavo Henrique

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.