No Flu, Renato Gaúcho prevê mudanças de líderes no 2.º turno

Mesmo na 13.ª posição no Brasileirão, treinador diz acreditar em recuperação na segunda parte do torneio

16 de julho de 2007 | 22h24

Apesar de estar há três rodadas sem vencer e ocupar apenas a 13.ª colocação no Brasileirão com 14 pontos, 10 atrás do líder Botafogo, o treinador do Fluminense, Renato Gaúcho, disse nesta segunda-feira que não está preocupado e que acredita numa reviravolta na tabela do torneio no segundo turno."As coisas vão mudar na virada do turno. É normal empatar, ganhar ou perder neste início porque há um equilíbrio. Só que no segundo turno os times não vão sofrer tanto com perda deste ou daquele jogador e os mais preparados vão se estabelecer na tabela", comentou.Porém, o volante Fabinho quer a reação já na partida contra o São Paulo, na próxima quarta-feira, no Estádio do Morumbi. "É necessário somar pontos, vencendo. Sabemos o quão importantes são as vitórias. Temos empatado com muita freqüência e os três pontos são importantíssimos para nos aproximarmos dos líderes", comentou.Para o confronto em São Paulo, Renato Gaúcho deve mudar o esquema tático. Ele pretende armar a equipe no sistema 3-6-1. Neste caso, a escalação seria: Fernando Henrique, Thiago Silva, Luiz Alberto e Roger; Carlinhos, Fabinho, Romeu, Arouca, Thiago Neves e Junior Cesar; Somália.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.