No Fluminense, Diguinho sente fisgada e não viaja

O volante Diguinho poderia ser a novidade no time do Fluminense no domingo, diante do Barueri, pela segunda rodada do Brasileirão. O jogador, porém, sentiu uma fisgada na coxa no treino deste sábado e nem embarcou com o restante da delegação para o jogo na Grande São Paulo.

AE, Agencia Estado

16 de maio de 2009 | 20h09

Diguinho ficou dois meses sem jogar porque estava se recuperando de uma tuberculose e podia fazer o seu retorno no domingo. Mas dores na coxa impediram a volta do volante, que ficou no Rio de Janeiro para ser avaliado.

Assim, Diguinho fará companhia a Luis Alberto, João Paulo, Mauricio, Thiago Neves e Fred, que também ficaram no Rio. O técnico Carlos Alberto Parreira decidiu poupá-los para a partida de volta da Copa do Brasil contra o Corinthians, quarta-feira, no Maracanã.

Para o confronto com o Barueri, o Fluminense deverá entrar em campo com: Fernando Henrique; Mariano, Edcarlos, Cassio e Dieguinho; Wellington Monteiro, Romeu, Marquinho e Conca; Maicon e Alan.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.