No grupo da morte, Uruguai e Colômbia brigam pela ponta

Depois de derrotar a Argentina, a seleção colombiana entra em campo nesta sexta-feira, em Ciudad del Este, para enfrentar o Uruguai pela terceira rodada do Grupo B do Sul-Americano Sub-20. Além de valer a ponta da chave, o vencedor do duelo ficará muito próximo de conquistar uma das três vagas à próxima fase. Ambas as seleções dividem a primeira posição com a Venezuela, com três pontos. Porém, o Uruguai já disputou duas partidas na competição, ao passo em que as demais equipes só fizeram uma apresentação. "Por isso, não podemos ter outra distração. Vamos ter que melhorar, pois a vitória é fundamental", contou o treinador uruguaio, Gustavo Ferrín. Pelo lado colombiano, todas as apostas estão no volante Juan Pablo Pino, de apenas 19 anos, que foi o responsável por "entortar" a defesa argentina. "Ele faz parte do grupo", contou o técnico Eduardo Lara. "Nosso elenco é tão forte, que o Uruguai não chega a me preocupar. Meu único temor é com relação ao rendimento de meus atletas." No outro jogo desta sexta, a Venezuela, sensação da competição, terá pela frente o Equador. A principal aposta dos venezuelanos está no conjunto do time, com forte marcação no meio-campo e rápida saídas para o ataque. Já os equatorianos jogam a "vida" na competição. Se forem derrotados, eles estarão praticamente eliminados. Sem ainda ter conquistado nenhuma vitória, a Argentina descansa nesta sexta para tentar colocar "ordem na casa". Já a seleção brasileira, que está no Grupo A, só volta a campo neste sábado, contra a Bolívia. Os dois melhores países do Sul-Americano se classificam para a Olimpíada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.