Bruno Haddad/Cruzeiro
Bruno Haddad/Cruzeiro

No Independência, Cruzeiro encara o CSA para manter o embalo na luta pelo acesso

Time comandado por Felipão deixará de atuar no Mineirão para cortar gastos

Redação, Estadão Conteúdo

15 de dezembro de 2020 | 07h25

Após sequência contra rivais da parte inferior da tabela, o Cruzeiro enfrentará times que brigam para figurar no G-4, a zona de acesso. E se quiser sonhar alto terá que passar, primeiro, pelo CSA nesta terça-feira, às 21h30, no Independência, em Belo Horizonte, pela 29ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O Cruzeiro passará a atuar no Independência para cortar gastos, segundo a posição oficial da diretoria ao anunciar a saída do Mineirão. Mas o aproveitamento do time como mandante é ruim, a quarta pior campanha, com aproveitamento de 45,2%. São 5 vitórias, 4 empates e 5 derrotas. O desempenho geral do time na Série B é melhor, de 52,4%.

Sem perder há quatro jogos e tendo batido em Salvador o Vitória, por 1 a 0, em seu compromisso anterior, o Cruzeiro ocupa o 11.º lugar com 38 pontos. Vindo de duas vitórias seguidas após ter passado pelo lanterna Oeste (2 a 1), o CSA aparece no quinto lugar com 44 pontos, a um do G4.

No Cruzeiro, o atacante William Pottker treinou forte no fim de semana e deverá ficar com a vaga de Arthur Caíke. Pottker ficou fora dos últimos três jogos por causa de uma lesão grau 2 do músculo adutor da coxa direita, sofrida no jogo com o América-MG.

Outra mudança será a volta do volante Jadsom Silva, livre de suspensão. Agora, ele pega o lugar do suspenso Adriano. Sobre a defesa, Felipão elogiou o zagueiro Ramon. "É um dos quartos zagueiros que melhor tem colocação, que tem tempo de bola, que tem uma noção de cobertura fantástica", disse o treinador.

No CSA, o zagueiro Cléberson volta a ficar à disposição após se recuperar da covid-19. O atacante Pedro Júnior, que testou positivo no mesmo dia do defensor, também cumpriu quarentena, mas não estará em Belo Horizonte.

Outro desfalque será o atacante Paulo Sérgio que se recupera de uma virose. Ele já havia ficado fora da última rodada. Ainda no ataque, Rafael Bilu volta de suspensão. O treinador, no entanto, deverá manter o mesmo time da rodada passada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.