No Inter, Rodrigo evita polêmicas antes do Gre-Nal

Apresentado oficialmente no Internacional nesta sexta-feira, o zagueiro Rodrigo evitou fazer comentários sobre sua saída tumultuada do Grêmio. O defensor afirmou que quer evitar polêmicas para não esquentar o clime entre os rivais às vésperas do Gre-Nal deste domingo, no Olímpico.

AE, Agência Estado

22 de outubro de 2010 | 19h39

"No momento só tenho na cabeça a vontade de me preparar da melhor maneira possível", declarou o zagueiro, que pretende retomar os treinos na segunda-feira. Inscrito no Mundial de Clubes da Fifa, Rodrigo não poderá atuar no time principal do Inter até o início da competição. Por essa razão, será integrado à equipe B.

"Só penso nisso [Mundial da Fifa]. Vou trabalhar com os preparadores do Inter. Vou ter alguns jogos com a equipe B. Vai jogar aquele que estiver em alto nível. É assim que pretendo estar no final do ano", avisou o zagueiro.

Questionado sobre sua saída do Grêmio, Rodrigo revelou mágoa com o ex-clube. Reclamou das notícias de que teria tido problemas com outros colegas no vestiário do Grêmio, mas disse que só dará mais declarações sobre o assunto depois do clássico de domingo. "No dia a dia vou provar que sou um profissional exemplar, agora defendendo as cores do Inter".

Com seus direitos vinculados ao Dínamo de Kiev, da Ucrânia, Rodrigo ficará no Inter por empréstimo até o final deste ano, com possibilidade de renovação. Como está fora de ritmo, o jogador treinará com a equipe B até estar em condições de ser integrado ao grupo comandado pelo técnico Celso Roth.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.