Ivan Sorti/ Santos FC
Ivan Sorti/ Santos FC

No jogo da ressaca, Santos goleia o Atlético-PR por 5 a 1

Time de Dorival Júnior volta a jogar bem e mostrar bom futebol

LUIS AUGUSTO MONACO, Estadão Conteúdo

06 de dezembro de 2015 | 19h53

No jogo da ressaca, que poderia ter sido o jogo da redenção e da classificação para a Copa Libertadores se a comissão técnica não tivesse colocado o Campeonato Brasileiro em segundo plano nas rodadas finais, o Santos se despediu da temporada de 2015 goleando o Atlético Paranaense por 5 a 1 neste domingo, na Vila Belmiro.

Foi um jogo em ritmo de amistoso, sem tensão nem jogadas duras. Sem nada a perder, as duas equipes abdicaram de fechar os espaços no meio de campo e deixaram o jogo correr. Quem tinha a bola chegava à área adversária sem ser incomodado. E neste jogo tão aberto a vantagem foi do Santos, que tem mais jogadores talentosos - principalmente do meio de campo para a frente.

Gabriel e Geuvânio entraram com fome de gol e correram o tempo todo como se a partida valesse alguma coisa. Como prêmio, cada um fez dois gols - e Gabriel poderia ter feito pelo menos mais um, em um lance em que bateu por cobertura de fora da área e exigiu uma grande defesa do goleiro Rodolfo.

O time paranaense abriu o placar com um gol de cabeça de Cleberson, mas tomou a virada ainda no primeiro tempo e levou um baile no segundo. Jogando com velocidade e bola no chão, principalmente pelo lado direito, o Santos criou chances para fazer muitos gols na etapa final. Vitor Bueno fez um, deu um para Gabriel e mereceu aplausos do pequeno público que foi à Vila Belmiro.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 5 x 1 ATLÉTICO-PR

SANTOS - Vladimir; Victor Ferraz, Werley (Leonardo), Gustavo Henrique e Zeca; Alison (Fernando Medeiros), Leandrinho, Serginho (Vitor Bueno) e Lucas Lima; Gabriel e Geuvânio. Técnico: Dorival Júnior.

ATLÉTICO-PR - Rodolfo; Eduardo (Barrientos), Vilches, Cleberson e Roberto; Otávio, Deivid, Sidcley (Bruno Mota) e Bruno Pereirinha (Hernani); Walter e Crysan. Técnico: Cristóvão Borges.

GOLS - Cleberson, aos 12, Geuvânio, aos 14, e Gabriel, aos 29 minutos do primeiro tempo; Gabriel, aos 14, Vitor Bueno, aos 28, e Geuvânio, aos 33 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO - Deivid (Atlético-PR).

ÁRBITRO - Marcelo de Lima Henrique (PE).

RENDA - R$ 124.970,00.

PÚBLICO - 3.836 pagantes.

LOCAL - Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.