No jogo do desespero, Coritiba luta para deixar lanterna

No duelo entre os dois últimos colocados do Brasileirão, o lanterna Coritiba recebe o Flamengo neste domingo, a partir das 16 horas, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba, pela 15ª rodada do campeonato. E o time paranaense aposta no fator casa para ganhar o confronto direto e ultrapassar o rival - a diferença entre eles é de apenas um ponto (13 a 12).

JULIO CESAR LIMA, Estadão Conteúdo

17 de agosto de 2014 | 07h13

Mas o Coritiba terá um importante desfalque para esse jogo decisivo. Capitão do time, o meia Alex está contundido e não joga, dando lugar para Dudu. O técnico Celso Roth também não poderá contar o zagueiro Wellinton, que fica fora por motivo contratual - o Flamengo é detentor dos direitos federativos do atleta.

O zagueiro Leandro Almeida, que foi liberado pelo departamento médico, deve ser o substituto de Wellinton, mas Bonfim também pode ganhar uma nova chance. Na frente, a dúvida fica sobre o eventual companheiro de Zé Love. Keirrison é o favorito, mas Martinuccio treinou bem na semana e pode ganhar a vaga.

Segundo o goleiro Vanderlei, o time tem a obrigação de vencer neste domingo, para deixar a lanterna e recuperar a confiança da torcida. "Nós sabemos que teremos um jogo um pouco tenso, o Flamengo é uma grande equipe, vai querer segurar a gente e precisa ser respeitada, mas nós queremos vencer e sair disso. O objetivo é vencer para ganhar a confiança da torcida", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCoritiba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.