Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

No jogo do 'fico' de Renato, Grêmio quer assegurar vaga no G-4 do Brasileirão

Tricolor encerra o Brasileirão 2018 contra o Corinthians, dentro de casa

Estadão Conteúdo

02 Dezembro 2018 | 07h46

Desde que Renato Gaúcho assumiu o comando do Grêmio em setembro de 2016, a Copa Libertadores e os torneios mata-mata viraram prioridade na equipe. De contrato renovado para a próxima temporada, o treinador comanda o time neste domingo, às 17 horas, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, diante do Corinthians, para assegurar que o time inicie o torneio continental em 2019 já da fase de grupos.

O Grêmio começa a última rodada do Campeonato Brasileiro em quarto lugar com 63 pontos, empatado com o São Paulo, mas à frente na tabela de classificação por ter uma vitória a mais - 17 a 16. Assim, o triunfo em Porto Alegre garante a vaga do time gaúcho no G-4 sem depender do resultado do confronto entre paulistas e a Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó (SC).

A partida será a primeira do Grêmio após Renato Gaúcho renovar o seu contrato por mais uma temporada. O treinador despertou o interesse do Flamengo, mas optou por permanecer mais um ano, ficando com o presidente Romildo Bolzan até o fim do seu mandato. E garante que a sede de títulos está intacta.

"Preferi ficar pela conversa que sempre tive com o presidente, o carinho da torcida. Dirigir um grupo maravilhoso, vencedor. Acima de tudo, porque acredito que tenho muita coisa para conquistar aqui no Grêmio", afirmou Renato Gaúcho, que venceu a Copa do Brasil em 2016 e a Libertadores do ano passado pelo clube e deverá ser ovacionado pela torcida neste domingo na Arena Grêmio.

O treinador precisa lidar com a oscilação da equipe, que tropeçou nos dois compromissos anteriores. E não poderá contar com Pedro Geromel, que está suspenso e terá a sua vaga ocupada por Marcelo Oliveira, escolhido para ser improvisado na zaga, ao lado do argentino Kannemann.

Mas Renato Gaúcho também teve boas notícias, pois Jean Pyerre se recuperou de estiramento na coxa direita, enquanto que Cortez está livre de dores musculares. O treinador evitou confirmar a escalação gremista, mas Léo Moura é o favorito para ocupar a lateral direita, enquanto que Jael, também de contrato renovado, deverá comandar o ataque.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.