Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

No Maracanã, Corinthians enfrenta o Flamengo no maior desafio de Loss

Duelo pode valer a liderança do Campeonato Brasileiro e deve ser um grande jogo

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

03 Junho 2018 | 07h02

Clubes de maiores torcidas do Brasil, Flamengo e Corinthians têm tudo para protagonizar um grande jogo no Maracanã, às 16h, palco ideal para um confronto de tamanha importância e que consegue um raro momento em que as duas equipes chegam em bons momentos. 

+ Clubes aproveitam folga da Copa para fazer 'pré-temporada'

+ Andrés Sanchez diz que Loss fica no Corinthians até o fim de 2019

O time carioca inicia a rodada como líder e o paulista é o terceiro colocado. Após um início ruim, com duas derrotas seguidas, Osmar Loss ganha confiança no comando do Corinthians e terá pela frente seu maior desafio até o momento.

Outro motivo que enche os corintianos - principalmente o treinador- de confiança - é o fato do Corinthians ter um desempenho melhor quando enfrenta equipes de maior expressão e que saem mais para o jogo. Pelo menos era assim na época de Fábio Carille.  

“A concentração precisa ser igual em todos os jogos, mas a cabeça que comanda isso e, às vezes, nos impede de fazer grandes partidas”, justificou o goleiro Walter. “Você pega o Flamengo, por exemplo, é um time que trabalha mais a bola e deixa espaço. É jogo que Jadson e Rodriguinho gostam. O jogo fica mais gostoso, com mais finalizações”, completou o goleiro.

Dois “Diegos” causam preocupação e atenção especial entre os corintianos. O meia e o goleiro. “Tem que ver quem vai jogar, mas é uma grande equipe. Temos que neutralizar o Diego, que é um baita jogador. Diego Alves está pegando muito também tem duas ou três partidas que está fazendo a diferença”, completou Walter.

Por causa da importância do jogo, Osmar Loss deixa de lado a ideia de poupar jogadores que estão mais cansados e vai levar a campo o que ele tem de melhor. Só ficará fora quem realmente não tiver condições físicas de jogo. 

Uma das novidades é a volta do volante Maycon, que cumpriu suspensão na rodada passada. O volante ensaia o adeus ao clube, já que defenderá o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, após a Copa do Mundo. 

No início do Brasileirão, quando ainda era comandado por Carille, o Corinthians traçou a meta de chegar até a paralisação do torneio para a Copa entre os cinco primeiros colocados. Para se aproximar da meta, um bom resultado hoje é fundamental, já que além de somar pontos, ainda evita que o líder aumente a vantagem na classificação.  

Uma das preocupações dos corintianos, o meia Diego projeta uma partida especial. “Vale ressaltar o fato de serem o atual campeão (brasileiro). Será difícil, como sempre. É um jogo bom de se jogar e estaremos preparados”, projetou. 

FICHA TÉCNICA

Flamengo: Diego Alves; Rodinei, Léo Duarte, Rhodolfo e Renê; Jonas, Lucas Paquetá, Diego, Éverton Ribeiro e Vinicius Júnior; Henrique Dourado. 

Técnico: Maurício Barbieri. 

Corinthians: Walter; Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho, Mateus Vital e Pedrinho. 

Técnico: Osmar Loss. 

Juiz: Anderson Daronco (RS). 

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro. 

Horário: 16h. 

Mais conteúdo sobre:
Corinthians Flamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.