No Maracanã, Flamengo e Botafogo decidem a Taça Rio

Diante de flashes e câmeras, Flamengo e Botafogo parecem unidos para sempre e celebram há dias uma saudável parceria pela paz no futebol. Nos bastidores, porém, traçam uma disputa acirrada para tentar alguma vantagem fora de campo antes do jogo que pode definir o campeão carioca de 2009. Se vencer o rival neste domingo, às 16 horas, no Maracanã, o Flamengo conquista a Taça Rio (segundo turno) e adia por duas semanas a decisão do Carioca. Mas se o Botafogo se sair melhor nesta tarde, antecipa o fim do campeonato, pois foi o campeão da Taça Guanabara (1.º turno).

SÍLVIO BARSETTI, Agencia Estado

19 de abril de 2009 | 08h34

?Nosso objetivo sempre foi o de ganhar também a Taça Rio e assim evitar os jogos finais do Carioca?, disse o técnico Ney Franco. Ele obteve dois reforços inesperados na sexta-feira. Juninho e Alessandro, que deveriam cumprir suspensão no clássico, vão poder atuar graças a uma liminar concedida pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD). A medida foi severamente criticada pelos dirigentes do Flamengo.

Em nota, o clube rubro-negro declarou-se inconformado com a liberação dos dois atletas, classificando a decisão da justiça como, ?no mínimo, incoerente?. O Flamengo também protestou contra a escolha do árbitro Luiz Antônio Silva Santos. Na Gávea, circula a informação de que a Federação Carioca de Futebol, hoje aliada do Botafogo, estaria agindo com excesso de boa vontade a favor do time alvinegro.

As discussões devem ter uma trégua às 16 horas. Com a bola rolando, estará em jogo um eventual tri vice-campeonato do técnico Cuca, hoje no Flamengo - em 2007 e 2008 foi o segundo colocado do Carioca dirigindo o Botafogo. Ou a possibilidade de o clube rubro-negro chegar ao 31.º título do campeonato, o que o deixaria na frente do Fluminense, com 30 conquistas, e também o levaria a seu terceiro tricampeonato em 114 anos de existência.

Ao todo, Flamengo e Botafogo já se enfrentaram 335 vezes, com 121 vitórias do clube rubro-negro, 107 empates e 107 resultados favoráveis ao time de Victor Simões, Reinaldo e Maicosuel, o trio que promete muita dor de cabeça à zaga da equipe comandada por Cuca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.