Gilvan De Souza / Flamengo
Gilvan De Souza / Flamengo

No Maracanã lotado, Flamengo duela com São Paulo para aumentar vantagem na ponta

Time espera por Guerrero e terá diversas mudanças em relação ao que disputou o último jogo antes da Copa

Estadão Conteúdo

18 de julho de 2018 | 06h34

Líder do Campeonato Brasileiro, o Flamengo duela, logo no retorno da competição após a Copa do Mundo da Rússia, contra o São Paulo, nesta quarta-feira, às 21h45, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, que deve estar lotado, pela 13.ª rodada. O time rubro-negro não perde a primeira posição mesmo em caso de derrota e mira o triunfo para abrir distância ainda maior em relação a um dos rivais na briga pelo título.

+ Campeonato Brasileiro volta na 'ressaca' da Copa do Mundo

+ Flamengo estende contratos de Rodinei e Matheus Thuler

Quatro pontos separam Flamengo, que soma 27, e São Paulo, que tem os mesmos 23 pontos do vice-líder Atlético Mineiro, mas está atrás por ter menor saldo de gols. O clube carioca está invicto há sete jogos, sendo que venceu cinco destas partidas.

Para o duelo, o Flamengo confirmou que até a tarde desta terça-feira já haviam sido vendidos mais de 40 mil ingressos. Os bilhetes ainda podem ser adquiridos pela internet e também no próprio estádio. A expectativa é de que mais de 60 mil torcedores compareçam ao estádio.

O time será bastante diferente do que empatou contra o Palmeiras por 1 a 1 no último jogo antes da pausa para a Copa do Mundo. Jonas, Vinicius Junior e Felipe Vizeu foram negociados e não estão mais no clube. Os zagueiros Juan e Rhodolfo ainda não estão recuperados de lesão e o volante Cuellar cumpre suspensão após ter sido expulso contra o Palmeiras.

Por outro lado, o veterano Réver está livre de lesão no ombro e formará dupla de zaga com o jovem Léo Duarte. No meio, Rômulo, que ainda não jogou como titular neste ano, - a última partida dele pelo Flamengo foi em fevereiro, pelo Campeonato Carioca - assume a vaga de Cuellar. Marlos Moreno será o escolhido para atuar como o ponta de velocidade. Guerrero, Uribe ou Lincoln são as opções para a referência ofensiva.

JOGA OU NÃO JOGA?

O atacante Paolo Guerrero recebeu nesta terça-feira do Tribunal Federal da Suíça a confirmação de que pode atuar pelo Flamengo. Segundo a Justiça suíça, o efeito suspensivo do recurso interposto pelo jogador contra a sua suspensão por um caso de doping ainda é válido. No entanto, o clube ainda aguarda a Fifa enviar à CBF os documentos que avalizam a escalação do jogador.

À espera do "OK" para jogar, Guerrero está na lista de relacionados pela partida e conta com a confiança do técnico Mauricio Barbieri, que disse em entrevista coletiva que o atacante "quer marcar ainda mais seu nome na história do Flamengo".

O retorno de Guerrero ganha ainda mais importância ao Flamengo por causa das baixas da equipe no setor ofensivo, como Vinicius Junior e Felipe Vizeu, negociados com Real Madrid e Udinese, respectivamente, e Henrique Dourado, que está suspenso.

As opções, sem Guerrero, são o jovem Lincoln e o atacante colombiano recém-contratado Fernando Uribe, que teve o seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, e, assim, pode fazer a sua estreia pelo Flamengo. A tendência, porém, é que comece entre os suplentes, já que não tem o ritmo de jogo ideal.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.