No Maracanã, Neymar diz que pênalti na Olimpíada foi momento mais nervoso da vida

No Maracanã, Neymar diz que pênalti na Olimpíada foi momento mais nervoso da vida

Cobrança convertida pelo atacante garantiu a primeira medalha de ouro do Brasil nos Jogos

Estadão Conteúdo

29 de dezembro de 2016 | 12h33

A volta ao Maracanã para participar do Jogo das Estrelas, partida festiva organizada por Zico, levou Neymar a se lembrar do momento mais nervoso da sua carreira. Foi o que revelou o craque do Barcelona, se referindo ao pênalti convertido na decisão dos Jogos Olímpicos do Rio, que garantiu ao Brasil a medalha de ouro.

Com o gol de Neymar, o Brasil definiu a série decisiva em 5 a 4 e assegurou a conquista inédita após uma partida que terminou empatada por 1 a 1 com a seleção olímpica da Alemanha, em agosto - no tempo regulamentar, o atacante também foi às redes, em cobrança de falta.

"Estou me lembrando da caminhada até ele. Foi o momento mais nervoso da minha vida. Eu não conseguia pensar em nada além de 'Pelo amor de Deus, onde eu vou chutar esse bola'", disse o atacante de 24 anos. "Então Deus me deu a capacidade de ter calma e marcar esse gol".

O Brasil há muito tempo buscava ouro olímpico, o único título de futebol que não tinha. Quatro anos antes, Neymar estava com a seleção que foi até a final dos Jogos Olímpicos de Londres e perdeu para o México.

O ouro no Rio foi visto por alguns torcedores como um importante passo para o renascimento do futebol brasileiro após a derrota por 7 a 1 para a Alemanha nas semifinais da Copa do Mundo de 2014. Nos últimos meses, sob o comando de Tite, a equipe ascendeu da sexta posição para a liderança das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, ficando muito perto da classificação para o torneio na Rússia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.