Twitter/Raça Rubro-Negra
Twitter/Raça Rubro-Negra

No Maracanã, torcidas organizadas se unem em solidariedade às vítimas do Flamengo

Torcedores do rubro-negro homenageiam jovens atletas que morreram em incêndio no CT do clube

Redação, Estadão Conteúdo

10 de fevereiro de 2019 | 14h22

As principais torcidas organizadas do Flamengo estiveram no Maracanã neste domingo para um abraço ao redor do gramado, como forma de homenagear as vítimas do trágico incêndio no Ninho do Urubu, CT do clube, que matou dez jogadores da base e feriu outros três na última sexta-feira.

Este foi o segundo ato de solidariedade realizado pelas organizadas flamenguistas. Neste sábado, cerca de 400 pessoas estiveram na sede social do Flamengo para o "Abraço simbólico na Gávea". O clima foi de consternação. Houve orações e cantos. Cada vítima teve o nome exaltado pelos presentes.

Na manhã de sábado, os jogadores do time profissional se reuniram no CT Ninho do Urubu e também prestaram solidariedade. Atletas e comissão técnica fizeram orações em homenagens às vítimas. O principal intuito da comissão técnica foi reunir e conversar com o elenco, expressar o seu pesar e destacar a importância de todos estarem unidos neste momento.

Por respeito às vítimas, ninguém foi a campo, nem fez trabalhos na academia. A reapresentação do Flamengo está marcada para segunda-feira, visando a partida diante do Fluminense, que foi remarcada para a quinta-feira, no estádio do Maracanã, pela semifinal da Taça Guanabara.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.