Evelson de Freitas/Estadão
Evelson de Freitas/Estadão

No meio de uma polêmica, Luis Felipe volta ao time titular do Palmeiras

Trapalhada em novo contrato pode deixar o jogador sair do clube de graça

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

10 de outubro de 2013 | 07h45

SÃO PAULO - Um dos destaques do Palmeiras na Série B, o lateral-direito Luis Felipe está envolvido em uma polêmica em que sobram trapalhadas e informações desencontradas. No meio de tudo isso, o jogador deve voltar ao time nesta sexta-feira, contra o Guaratinguetá, em Londrina. Luis Felipe tem contrato com o Palmeiras até 1.º de março do ano que vem. Em julho, a diretoria chamou seu empresário, Guilherme Miranda – sócio da DIS – para conversar e ficou combinado que o vínculo seria estendido até dezembro de 2014. Mas, no momento de formalizar o acordo, o clube colocou no contrato a data de dezembro de 2013.

O novo registro foi ignorado pela CBF, já que não se pode diminuir o tempo de contrato do atleta. Assim, se manteve ativo o vínculo que iria até março do ano que vem. Então, desde o dia 1.º, Luis Felipe está apto para assinar um pré-contrato com qualquer outra agremiação. O Benfica é um dos interessados, mas, segundo o empresário do atleta, a prioridade é negociar com o Palmeiras até se esgotar todas as possibilidades. “Os números estavam um pouco distantes, mas estamos conversando”, disse Miranda, que ironizou a possibilidade dele acertar com outro clube. “Só se ele fizer isso sem falar comigo, o que acho pouco provável.”

Para evitar um clima ruim entre as partes, tanto o Palmeiras como o empresário do jogador negam que tivesse existido tal erro na confecção do novo contrato. Ao ser questionado sobre o assunto, a diretoria alviverde diz que não vai se manifestar e Miranda se esquiva. “Conversamos faz um tempo e ficamos de voltar a conversar agora”, completou. O curioso é que o clube renovou recentemente por mais quatro temporadas o contrato do lateral Bruno Oliveira, outra aposta da base e que deve começar a ganhar oportunidades no time principal em breve. O que chama a atenção é que o empresário de Bruno também é Guilherme Miranda. Na quarta-feira, José Carlos Brunoro teve uma conversa com o lateral e ouviu que sua prioridade é ficar no Palmeiras e que não acertou com nenhuma outra agremiação. Algo que retarda o acerto é a questão salarial. A proposta pedida pelo jogador é de cerca de R$ 100 mil mensais, número que assustou o presidente Paulo Nobre.

FINAL FELIZ

Apesar de todo imbróglio, a chance dele renovar é maior do que sair. Luis Felipe esperou muito tempo para ser aproveitado – antes de disputar a Série B pelo clube, foi emprestado para Penapolense, Boa Esporte, Mogi Mirim e Bragantino – e pensando no futuro, jogar a Série A pode lhe dar ainda mais visibilidade. Na quarta-feira, a delegação alviverde treinou no Estádio do Café, em Londrina, e Luis Felipe foi uma das novidades. Ele deve jogar amanhã, já que Wendel sofreu lesão na coxa e retornou para São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasSérie BFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.