Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

No Morumbi, Diego Aguirre tem primeira prova de fogo à frente do São Paulo

Por vaga na semi do Paulistão, técnico tenta fazer elenco superar velhos problemas, como apatia, falta de intensidade e pouca criatividade

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

20 de março de 2018 | 07h00

Depois de jogar mal e perder para o São Caetano fora de casa no último sábado, o São Paulo volta a campo hoje precisando de dois gols para avançar à semifinal do Paulistão diante do time do ABC, no Morumbi.

Com Sidão, Aguirre divulga lista de relacionados para 'decisão' no Morumbi

O confronto marca a primeira prova de fogo do novo técnico Diego Aguirre, que quebra a cabeça com opções e ainda não tem um time “ideal”. Está longe disso. Um tropeço representará eliminação e pode gerar uma pressão inesperada e prematura ao recém-chegado treinador uruguaio que substitui Dorival Junior.

Aguirre busca soluções para problemas que já apareciam com o ex-treinador: falta de intensidade e criatividade no meio-campo, apatia, erros de passes e muitas bolas recuadas. Além de ainda estar em busca de entrosamento, o São Paulo ainda não terá Rodrigo Caio e Cueva, convocados para suas seleções. Aderllan e Marcos Guilherme devem começar o jogo.

Se cair, o time tricolor repetirá o desempenho de 2016, quando não passou do Audax nas quartas. O São Paulo não conquista o Paulista desde 2005 e, depois do vice-campeonato nos pontos corridos de 2006, não chegou a nenhuma decisão. 

 

O possível algoz do São Paulo é bem conhecido da torcida: Pintado, campeão mundial em 1992 e ex-auxiliar tricolor, hoje à frente do São Caetano. Em conversa com o Estado, Pintado vê mérito do time do ABC na vitória por 1 a 0 na ida. Para ele, sua equipe conseguiu expor as fraquezas do São Paulo em casa, mas hoje é outro jogo. “O São Paulo tem história e é sempre favorito jogando em casa. Mas o São Caetano vem crescendo e mostrando consistência.”

Pintado assume que jogar contra o São Paulo no Morumbi tem “gosto diferente”, com sensações diversas. “Esse jogo vai ter um gosto diferente e são várias emoções para mim. Entrar no Morumbi é uma emoção muito grande. Mas, agora, sou adversário do São Paulo e vou fazer de tudo para o São Caetano ganhar a partida. Estamos preparados.”

FICHA TÉCNICA

São Paulo x São Caetano

São Paulo: Sidão (Jean); Militão, Aderllan, Arboleda e Júnior Tavares (Reinaldo); Jucilei, Petros, Nenê e Valdídia; Marcos Guilherme e Tréllez (Diego Souza). Técnico: Diego Aguirre

São Caetano: Paes; A. Reinaldo, Sandoval, Max e B. Recife; V. Kiss, Ferreira, Chiquinho e Nonato; D. Rosa e Ermínio. Técnico: Pintado

Juiz: Salim Fende Chavez.

Local: Morumbi.

Horário: 21h.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.