No mundo, uma quarta cheia de atrações

Várias das principais seleções do mundo estarão em campo, amanhã, na data reservada pela Fifa para confrontos internacionais. Itália, Espanha, França, Argentina, Alemanha, Portugal, Holanda fazem ajustes, testam novos nomes e deixam irritados clubes em fase final de temporada, obrigados a ceder seus atletas. A França recebe o Egito, em Paris, e o técnico Jacques Santini não poderá contar com Zidane, poupado a pedido do Real Madrid. O treinador Giovanni Trapattoni abriu mão de atletas de Juventus, Milan e Inter - semifinalistas da Copa dos Campeões - para o confronto com a Suíça, no campo do rival. O alemão Rudi Voeller pode apelar para a estréia de Hartmann (Hertha) e Balistch (Leverkusen) na partida contra a Sérvia e Montenegro (Iugoslávia), porque vários titulares estão contundidos. Iñaki Saez, da Espanha, também não terá força máxima ao enfrentar o Equador, em Madri. O próprio treinador pode ficar fora por gastrite.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.