Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

No Pacaembu, Santos recebe Audax de olho no mata-mata

Time quer os 3 pontos para sustentar a liderança geral

SANCHES FILHO/SANTOS, O ESTADO DE S. PAULO

21 Março 2015 | 07h00

O Santos deve contar com a maioria dos titulares contra o Osasco Audax, hoje, 16h, no Pacaembu. A decisão de usar força máxima faz parte da estratégia do técnico Marcelo Fernandes de garantir o primeiro lugar na classificação geral do campeonato e levar vantagem de jogar em casa a fase mata-mata.

O técnico fez essa opção também pelo bom desempenho do Osasco Audax, que vem de quatro vitórias consecutivas. Por isso, não vai abrir mão dos titulares, mesmo os mais desgastados. “O Audax é um time perigoso e bem treinado por Fernando Diniz. Vamos procurar fazer o melhor para fugir do toque de bola deles”, disse Marcelo.

O Santos também defende a invencibilidade de 13 jogos. A sua última derrota foi no clássico contra o São Paulo, dia 23 de novembro do ano passado, na Arena Cuiabá, pelo segundo turno do Campeonato Brasileiro.

A tendência é que Marcelo Fernandes adiante a marcação para impedir que o Osasco Audax saia tocando a bola de sua defesa e chegue em bloco à área.

Além de assistir aos vídeos dos jogos recentes do adversário, Marcelo era o auxiliar de Oswaldo de Oliveira no Paulistão do ano passado e viu de perto o Audax se impor com um estilo de domínio de bola e com jogadores rápidos do meio para o ataque.

Nas duas últimas vezes em que jogou no Pacaembu, o Santos derrotou a Portuguesa por 3 a 1 e o Linense por 4 a 2, com duas grandes atuações e quatro gols (dois em cada partida) de Robinho. Hoje, Robinho sai do estádio direto para o Aeroporto de Guarulhos para se apresentar à seleção brasileira, desfalcando o time contra a Ponte Preta, quinta-feira, em Campinas, e São Bento, domingo, na Vila.

ARRANCADA

O Osasco Audax enfileirou quatro vitórias seguidas, é o terceiro colocado do Grupo B, com 16 pontos, tem o artilheiro do Paulistão, Rafael Longuine, com oito gols, e ameaça desalojar a Ponte do segundo lugar e se classificar às quartas de final. Sem problemas de lesões e cartões, Fernando Diniz repete o time que derrotou o Ituano por 2 a 1, em Itu, na rodada passada.

SANTOS

Vanderlei; Cicinho, David Braz, Werley e Victor Ferraz; Lucas Otávio (Elano), Renato e Lucas Lima; Geuvânio, Ricardo Oliveira e Robinho. Técnico: Marcelo Fernandes. 

OSASCO AUDAX

Felipe Alves; Didi, Francis, Léo Bahia e André Castro; Camacho, Marquinho, Matheus e Rafinha; Gilsinho e Ytalo. Técnico: Fernando Diniz.

Juiz: José Cláudio Rocha Filho.

Local: Pacaembu.

Horário: 16h.

Na TV: Pay-per-view. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.