Werther Santana/Estadão Conteúdo
Werther Santana/Estadão Conteúdo

No Palmeiras, a ordem é blindar o time sobre contratações

Diretoria não quer que elenco perca o foco nesta temporada

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

06 Novembro 2015 | 07h00

Enquanto o técnico Marcelo Oliveira faz os ajustes necessários no elenco do Palmeiras, a diretoria trabalha nos bastidores para evitar que notícias sobre o futuro atrapalhem o foco e o desempenho da equipe. 

O fato de algumas negociações estarem sendo divulgadas deve fazer com que os dirigentes tenham uma conversa com os atletas para que eles fiquem 'blindados' e evitem se envolverem no assunto, já que a equipe está em um momento decisivo.

A preocupação dos comandantes palmeirenses, inclusive da comissão técnica, é que as notícias de que alguns jogadores possam sair ou que reforços chegarão em determinados setores possam atrapalhar o foco dos atletas. 

A diretoria do Palmeiras não se manifesta sobre contratações, mas é sabido que algumas mudanças no elenco acontecerão. Embora já tenha um time base para o ano que vem, existe a clara necessidade de ter mais opções em alguns setores do time, como no meio de campo e na defesa. 

Chegaram 25 jogadores em 2015. Para 2016, os dirigentes não trabalham com um número exato de reforços, mas será uma quantidade bem menor do que na atual temporada. A ideia era fazer uma grande reformulação no elenco e, para o ano que vem, ajustar alguns setores mais desequilibrados. 

A classificação para a Libertadores de 2016 também será fundamental para definir o rumo e o quanto será gasto em reforços para tornar o time mais forte. 

Caso a vaga para a competição continental seja conquistada, a Crefisa, principal patrocinadora do clube, deve ajudar na aquisição de pelo menos um grande nome para a próxima temporada.

Mais conteúdo sobre:
Palmeiras, Futebol, Mercado da Bola

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.