No Palmeiras, Caio Jr. volta a Curitiba para pegar o Paraná

Técnico pega seu ex-time para manter invencibilidade e voltar à zona de classificação da Libertadores

Daniel Akstein Batista, do Estadão,

21 de julho de 2007 | 21h30

No ano passado, Caio Júnior ganhou destaque ao classificar o Paraná para a Copa Libertadores. A diretoria palmeirense, então, resolveu contratá-lo, na esperança de que as campanhas vitoriosas voltassem ao clube. A aposta parecia, até algumas rodadas atrás, errada. Mas bastaram cinco jogos de invencibilidade (três vitórias e dois empates) na competição para o panorama mudar. O técnico quer fazer história no Palmeiras com a conquista do Brasileirão. E neste domingo, para encostar no líder Botafogo (24 pontos contra 19), o desafio será justamente contra o clube que o colocou no cenário nacional, às 18h10, em Curitiba.Embalado o Palmeiras está. O problema é que o Paraná, com 19 pontos, também vai empolgado para o jogo, com a estréia do técnico Gilson Kleina e a presença de Josiel, artilheiro da competição, com 12 gols. "Temos de estar bastante ligados, ter uma atenção especial com ele", disse Pierre.O volante palmeirense é mais um que conhece bem o Paraná. Quando foi contratado pelo clube paulista, Caio Júnior chegou com uma lista de reforços. Pierre era um deles, além dos zagueiros Gustavo e Edmilson, e do atacante Cristiano, todos que trabalharam com o treinador em Curitiba.Desses atletas, Pierre e Gustavo começam o jogo deste domingo como titular. Os dois, além da confiança do treinador, ganharam também o apoio da torcida. A camisa 5 do volante, aliás, é uma das mais procuradas na loja oficial do clube (só perde para as de Valdivia e Edmundo). "Eu me orgulho disso, porque ele foi muito contestado no começo", falou o técnico. "Agora todos já sabem do que o Pierre é capaz."Este domingo é dia de reencontrar amigos. E também ex-comandados, no caso de Caio Júnior. "Não é o mesmo time do ano passado, mas tem a mesma base. A forma de jogar é igual, conheço bem os jogadores", disse ele, que acredita que a participação no torneio continental fortaleceu a imagem do Paraná. "Agora eles são mais respeitados", afirmou.Os ex-jogadores do Paraná não sabem qual será a reação da torcida local quando entrarem em campo. Vaias? Aplausos? "Não sei o que vai acontecer, é uma caixinha de surpresas", disse Pierre. Surpresa é também o que Caio Júnior promete contra o clube paranaense. E faz mistérios quanto à escalação de Edmundo, que no último jogo (2 a 2 contra o Santos, no Palestra Itália) começou na reserva. Certo mesmo é a presença de Valdivia. E o chileno quer gols. Caio Júnior também.EstréiaGilson Kleina debuta no comando do Paraná depois de assistir ao triunfo sobre o Flamengo, por 2 a 1, em Uberlândia (MG), na despedida de Pintado, e vibrou com o resultado, que trouxe tranqüilidade à equipe. O time curitibano não vencia havia quatro jogos, dois deles diante da torcida. "Vi um time que desde o início queria a vitória. Eu vi comprometimento", elogiou.A única baixa é o atacante Vinícius Pacheco, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Provavelmente o jogador será substituído por Everton.Kleina deve manter o mesmo estilo de jogo, priorizando a marcação, para que a equipe possa sair com rapidez no contra-ataque e entregar a bola ao goleador do campeonato, Josiel, que já marcou 12 vezes. "Quanto mais gol melhor mas, independentemente disso, temos que continuar atento porque não ganhamos nada ainda", alertou o jogador. "Tem muito campeonato, muito por fazer, muito para correr ainda, até mesmo porque temos um objetivo lá na frente."PARANÁ X PALMEIRASParaná - Flávio; Neguette, Nem e Luiz Henrique; Alex, Goiano, Beto, Everton e Márcio Careca; Vandinho e Josiel. Técnico: Gilson Kleina.Palmeiras - Diego Cavalieri, Nen, Gustavo e Dininho; Paulo Sérgio (Wendel), Pierre, Martinez, Valdivia e Leandro; Edmundo (Luiz Henrique) e Luís. Técnico: Caio Júnior.Árbitro - Sérgio da Silva Carvalho (DF).Horário - 18h10.Local - Estádio da Vila Capanema, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.