No Peru, Palmeiras coloca em jogo o seu bom momento

Embora esteja com a classificação garantida para as oitavas de final, o Palmeiras entra em campo nesta quinta-feira precisando da vitória contra o Sporting Cristal, às 19h45 (de Brasília), em Lima. Se vencer, assegura o primeiro lugar do Grupo 2 e entra com a vantagem de decidir em casa a vaga para as quartas de final da Copa Libertadores. O técnico Gilson Kleina mais uma vez vai apostar na garra e velocidade para bater os peruanos.

DANIEL BATISTA, Agência Estado

18 de abril de 2013 | 08h24

"A gente pensa em terminar em primeiro porque o melhor é decidir em casa e nessa competição isso faz diferença. E, se for possível, não enfrentar times brasileiros agora porque sabemos que é mais difícil", disse o volante Souza.

O Palmeiras joga na mesma hora em que o Libertad recebe o Tigre, em Assunção. O time alviverde tem nove pontos, um a menos que os paraguaios. "Não podemos dormir no ponto e achar que está tudo bem. Estamos contentes com a boa fase, mas temos de continuar com o mesmo ritmo", disse Gilson Kleina.

O que faz o time se encher de confiança em atingir seus objetivos é o momento da equipe. Desde a goleada sofrida para o Mirassol por 6 a 2, tudo mudou e o time vem de uma sequência de cinco vitórias consecutivas, entre Libertadores e Campeonato Paulista. "Estamos mais confiantes e jogando juntos", resumiu o treinador.

Mais do que a vitória, Gilson Kleina não quer perder jogadores para as oitavas. Por isso, ele decidiu poupar o zagueiro Henrique e o atacante Vinícius, que nem sequer viajaram para o Peru, já que estão pendurados com dois cartões amarelos e se fossem advertidos desfalcariam o time no primeiro jogo da próxima fase. Como os cartões serão zerados, os dois descansam.

Outro que não joga é o volante Wesley, que foi expulso contra o Libertad e sofre com dores musculares. Por isso, ele não atuou no último domingo contra o Guarani. O atacante Kleber, os meias Valdivia, Patrick Vieira, Edilson e o zagueiro Leandro Amaro continuam fora, machucados. A boa notícia fica para o retorno do atacante Maikon Leite, recuperado de uma lesão no tornozelo direito. Mas ele deve começar no banco de reservas.

SEM MOLEZA PARA OS PERUANOS - Eliminado e brigando pelo título no Campeonato Peruano, o Sporting Cristal garante que não vai tirar o pé. O técnico Roberto Mosquera acredita que uma vitória diante do Palmeiras daria ainda mais moral ao time. "É um jogo internacional e estamos representando a nossa instituição e nosso país. Por isso teremos muita responsabilidade", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa LibertadoresPalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.