Franck Fife/AFP
Franck Fife/AFP

No PSG, David Luiz vê Chelsea mais forte do que na época dele

Zagueiro foi contratado pelo time francês no início da temporada e fará o primeiro jogo contra ex-companheiros na Liga dos Campeões

Estadão Conteúdo

16 de fevereiro de 2015 | 13h45

Paris Saint-Germain e Chelsea abrirão nesta terça-feira o duelo de oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, na capital francesa. E um dos grandes personagens do confronto é o zagueiro David Luiz. Após três anos e meio no time inglês, ele foi contratado pelo PSG no início da temporada e fará seu primeiro duelo contra os ex-companheiros.

Mas o zagueiro também encontrará do outro lado algumas caras novas, como Courtois, Filipe Luis, Fàbregas e Diego Costa, que fortaleceram o Chelsea nesta temporada. "Eles tiveram uns três jogadores que chegaram ao clube com qualidade incrível, como Fàbregas e Diego. Para mim, eles estão mais fortes do que no ano passado", disse.

Se o brasileiro admite que o Chelsea evoluiu mesmo com sua saída, as análises sobre o clube inglês param por aí. Perguntado sobre as qualidades do técnico José Mourinho e requisitado a fazer uma comparação com seu atual treinador, Laurent Blanc, o zagueiro usou seu habitual bom humor para fugir. "Ambos são feios", limitou-se a comentar.

O duelo será um reencontro entre Chelsea e Paris Saint-Germain, que se enfrentaram nas quartas de final da temporada passada. Na época atuando na Inglaterra, David Luiz saiu vencedor e viu o time londrino avançar após vencer por 2 a 0 em casa e perder por 3 a 1 em Paris. Nem mesmo o gol contra marcado por ele na França impediu a comemoração.

"Eu quero me classificar, como me classifiquei ano passado, mas quero me classificar pelo PSG. Ano passado marquei meu primeiro gol pelo PSG", brincou, lembrando do gol contra. "Se eu marcar contra o Chelsea, não foi comemorar por respeito, mas estarei feliz."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.