No Recife, Paysandu busca empate com o Náutico e segue em alta na Série B

O Paysandu segue em sua arrancada rumo ao acesso. Nesta terça-feira, o clube paraense conquistou um ponto importante, fora de casa, diante do vice-líder, o Náutico, pelo placar de 1 a 1, em partida disputada na Arena Pernambuco, no Recife, pela abertura da 8.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Pedro Carmona abriu o marcador e Yago Pikachu, em uma linda cobrança de falta, deixou tudo igual.

Estadão Conteúdo

16 de junho de 2015 | 21h57

Com o resultado, o Náutico soma seu segundo tropeço seguido e dá uma sonora oportunidade ao Botafogo para disparar na liderança. A equipe pernambucana segue estacionada na segunda colocação com 17 pontos, contra 19 dos cariocas. O Paysandu, por sua vez, já soma seu sexto jogo de invencibilidade. Vinha de cinco triunfos seguidos e ocupa a terceira posição com 16 pontos.

Vindo de derrota frente ao Atlético Goianiense, o Náutico deixou todas as contestações de lado e partiu para cima do visitante. Pedro Carmona ganhou uma chance do técnico Lisca e soube aproveitá-la. Logo aos quatro minutos, Hiltinho fez boa jogada pelo lado esquerdo de campo e rolou para o ex-jogador do Palmeiras empurrar a bola para o fundo das redes.

O clube paraense equilibrou as ações, conseguiu se desvencilhar da troca de passe do adversário, mas não foi preciso no ataque. Apostava muito em Yago Pikachu, que com exceção de uma perigosa cobrança de falta, esteve apagado.

O Náutico voltou melhor para o segundo tempo e poderia ter definido a partida. Guilherme cobrou falta com perigo e mandou perto do gol de Emerson. Pedro Carmona teve outra oportunidade na sequência, mas desperdiçou na entrada da área. O Paysandu mudou. Leandro Cearense saiu, Misael entrou e o jogo se inverteu. O clube paraense se encontrou e foi logo fazendo o gol de empate. Yago Pikachu cobrou falta com perfeição e mandou no canto esquerdo de Julio César.

Tudo que o Náutico fez no primeiro tempo foi por água abaixo. O clube pernambucano voltou a cometer os mesmos erros que teve contra o Atlético e chegou a ser pressionado pelo Paysandu nos minutos finais, mas escapou pela segurança de sua dupla de zaga formada por Fabiano Eller e Diego. Na frente, Josimar teve chance clara de marcar, mas acabou desperdiçando, fazendo com que o jogo terminasse empatado.

Na próxima rodada, o Paysandu recebe o Vitória na próxima terça-feira, às 21h50, no estádio Mangueirão, em Belém. Já o Náutico visita o ABC apenas no próximo dia 27, um sábado, às 16h30, no estádio Frasqueirão, em Natal.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 1 x 1 PAYSANDU

NÁUTICO - Julio César; Guilherme, Diego, Fabiano Eller e Gaston Filgueira; João Ananias, Filipe Soutto, Gil Mineiro (Bruno Alves) e Hiltinho (Renato); Pedro Carmona e Stéfano Yuri (Josimar). Técnico: Lisca.

PAYSANDU - Emerson; Yago Pikachu, Thiago Martins, Gualberto e João Lucas; Augusto Recife, Fernando, Jhonnatan (Edinho) e Carlos Alberto (Carlinhos); Aylon e Leandro Cearense (Misael). Técnico: Dado Cavalcanti.

GOLS - Pedro Carmona, aos 4 minutos do primeiro tempo; Yago Pikachu, aos 15 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Guilherme (Náutico); Jhonnatan, Edinho, Augusto Recife e Aylon (Paysandu).

ÁRBITRO - Charles Hebert Cavalcante Ferreira (AL).

RENDA - R$ 106.500,00.

PÚBLICO - 6.390 pagantes.

LOCAL - Arena Pernambuco, no Recife (PE).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BNáuticoPaysandu

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.