Ernesto Rodrigues/AE
Ernesto Rodrigues/AE

No reencontro com a Vila, Santos vence o Noroeste por 2 a 0 e lidera o Paulistão

Equipe chega aos 18 pontos na competição, mas foco é a estreia na Copa Libertadores

ALAN RAFAEL VILLAVERDE, estadao.com.br

11 de fevereiro de 2011 | 22h52

SÃO PAULO - O reencontro do Santos com a Vila Belmiro não poderia ter sido melhor: vitória por 2 a 0 sobre o Noroeste na noite desta sexta-feira, e a recuperação da liderança do Campeonato Paulista, com 18 pontos em oito jogos.

Este foi o primeiro jogo do Santos em seu estádio na temporada, que teve o gramado trocado, e também serviu de retorno para o volante Arouca, que se recuperou de uma lesão muscular, assim como de "reestreia" para o atacante Zé Eduardo, negociado com o Genoa, da Itália, mas que ajudará a equipe praiana até o final de junho.

A noite de reencontros foi apenas um adendo à verdadeira necessidade para Adílson Batista: preparar o elenco para a estreia na Copa Libertadores, que acontecerá nesta terça-feira, às 22h45, contra o Deportivo Táchira, em San Cristóbal. A lista dos 25 atletas que disputarão a primeira fase da competição sai neste domingo.

Ciente de que estaria sendo analisado, o meia-atacante Diogo aproveitou a oportunidade. Logo aos nove minutos, o jogador puxou o contra-ataque santista e fez um belo lançamento para Zé Eduardo, que venceu seu marcador para tocar na saída do goleiro Júlio César. "Eu tenho um carinho especial com o torcedor santista, por tudo o que representa este clube pra mim", disse o atacante.

O primeiro tempo, no entanto, não foi da maneira como o Santos esperava. A expectativa era de se ver um Noroeste apenas recuado, limitando-se a contra-ataques esporádicos, mas a equipe do técnico Lori Sandri pressionou o meio-de-campo santista, criando pelo menos duas boas jogadas - aos 22 e 26 minutos - para marcar o seu gol, que não foi feito por conta do goleiro santista Rafael, com boas defesas. "Achávamos que viriam fechados, mas estão jogando pra frente, muito bem. A gente tá ali para isso, evitar gols", disse o goleiro.

A boa fase de Rafael viria a ser testada novamente. O capitão do Santos, Edu Dracena, parou Giovanni com falta dentro da área. Pênalti aos cinco minutos do segundo tempo que foi cobrado por Zé Carlos. O goleiro do Santos pulou bem, acertando o canto escolhido pelo atacante adversário, que acabou chutando para fora.

Elano, que também fazia sua reestreia com a camisa do Santos na Vila Belmiro, tratou de imitar seu adversário. Aos sete minutos teve a chance de marcar o segundo gol num pênalti sofrido por Diogo. O meia chutou a bola para fora.

Oportunidade aproveitada. Ao contrário de Diogo, Keirrison foi figura apagada no jogo. Para piorar sua situação no clube, seu substituto, o garoto Felipe Anderson, entrou bem e garantiu a vitória santista aos 25 minutos, quando acertou um chute forte de fora da área, marcando um golaço.

Notas. O Noroeste continua com apenas oito pontos, na 14.ª colocação provisória +++ Maikon Leite e Neymar devem fazer a dupla de ataque do Santos na estreia na Libertadores +++ Os dois auxiliares adicionais começaram a utilizar, a partir deste jogo, um dispositivo para chamar a atenção do árbitro principal.

SANTOS - 2 - Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca (Adriano), Possebon e Elano; Zé Eduardo, Keirrison (Felipe Anderson) e Diogo (Robson). Técnico - Adílson Batista.

NOROESTE - 0 - André Luís; Cris, Mateus e Halisson; Márcio Gabriel (Gustavo); Marcelinho, Júlio César (Aleílson), Ricardinho e Gleidson; Giovanni (Ernane) e Zé Carlos. Técnico - Lori Sandri.

Gols - Zé Eduardo, aos nove minutos do primeiro tempo, e Felipe Anderson, aos 25 minutos do segundo tempo. Cartões amarelos - Edu Dracena, Diogo, Rafael e Gleidson. Árbitro - Leandro Bizzio Marinho (SP). Renda - R$ 177.370,00. Público - 10.054 pagantes. Local - Vila Belmiro, em Santos (SP).

Veja também:

PAULISTÃO - tabelaClassificação | listaResultados

especialCALENDÁRIO - O caminho de cada time

Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCNoroesteCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.