Lucas Merçon/Fluminense
Lucas Merçon/Fluminense

No retorno de Pedro, Fluminense supera o Santa Cruz pela Copa do Brasil

Tricolor se aproxima de vaga nas oitavas de final com vitória por 2 a 0, no Maracanã

Redação, Estadão Conteúdo

17 de abril de 2019 | 23h50

Na partida que marcou o retorno do atacante Pedro aos gramados depois de oito meses, o Fluminense deu um passo importante rumo às oitavas de final da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, ao vencer o Santa Cruz, por 2 a 0, no Maracanã.

Os dois times voltam a se enfrentar na próxima quinta-feira, às 21h30, no Arruda, no Recife. O Fluminense pode perder por até um gol de diferença, enquanto o Santa Cruz precisa ganhar por uma vantagem superior a dois, já que vitória por dois leva a decisão para os pênaltis.

Logo aos 18 segundos, o Fluminense criou a primeira chance. Yony González recebeu de Luciano e bateu em cima do goleiro Anderson. A bola voltou nos pés do atacante que, dentro da pequena área, mandou para fora. O Santa Cruz não conseguia passar do meio-campo.

A pressão surtiu efeito aos 18 minutos. Gilberto tabelou com Yony González e bateu fraco, mas contou com um desvio no meio do caminho para abrir o placar. Logo depois, o Fluminense criou mais duas oportunidades com Yoni González.

O segundo veio com um golaço, aos 30 minutos. Gilberto ajeitou de calcanhar e Luciano, de primeira, mandou no ângulo de Anderson. A pressão continuou e o placar só não terminou mais elástico porque o goleiro salvou o time pernambucano.

No início do segundo tempo, Yony González sentiu o tornozelo e deu lugar para Pedro, que retornou aos gramados depois de oito meses afastado devido a uma cirurgia no joelho direito. A torcida do Fluminense comemorou como se fosse um gol a volta do artilheiro.

Aos 15, Paulo Henrique Ganso sentiu dores e pediu para ser substituído. Dodi entrou em seu lugar. Na sequência, Luciano caiu no gramado com a mão na coxa, mas, como o Fluminense já havia feito as três substituições, voltou para jogar no sacrifício.

A primeira finalização do Santa Cruz em direção ao gol veio aos 22 minutos. Luiz Felipe bateu rasteiro e Rodolfo defendeu com segurança. Logo depois, Pedro recebeu na entrada da área e chutou nas mãos de Anderson. Aos 30, Luciano marcou o terceiro do Fluminense, mas a arbitragem assinalou impedimento.

Em cobrança de falta, Pedro quase marcou o gol em seu retorno. A bola passou raspando a trave. Esse foi o último lance de perigo do jogo, já que os cariocas passaram a administrar a posse da bola.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 2 X 0 SANTA CRUZ

FLUMINENSE - Rodolfo; Gilberto, Matheus Ferraz, Nino e Caio Henrique; Airton (Léo Artur), Allan e Ganso (Dodi); Everaldo, Luciano e Yony González (Pedro). Técnico: Fernando Diniz.

SANTA CRUZ - Anderson; Marcos Martins, João Victor, William Alves e Carlos Renato; Charles, Italo Henrique e Allan Dias (Diego Lorenzi); Augusto (Elias), Dudu (Luiz Felipe) e Pipico. Técnico: Leston Júnior.

GOLS - Gilberto, aos 18, e Luciano, aos 30 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Sávio Pereira Sampaio (DF).

CARTÕES AMARELOS - Luciano (Fluminense); Marcos Martins (Santa Cruz)

RENDA - R$ 454.555,00.

PÚBLICO - 19.026 pagantes.

LOCAL - Maracanã, no Rio (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.